Início Notícias Moda

Lisboa no top das cidades da moda

A cidade portuguesa ocupa a 10.ª posição na lista de cidades mais “fashionable” do mundo, destacando-se nas compras de moda, onde ocupa mesmo o terceiro lugar. O top é encabeçado por Paris, Londres e Nova Iorque, mas Lisboa está melhor classificada do que metrópoles como Berlim, Los Angeles e Seul.

Lisboa - Coleção de Ricardo Preto na ModaLisboa (outubro de 2020) [©ModaLisboa]

O estudo da Jewellerybox tem em conta critérios como marcas de moda de gama alta, empregos na área, revistas, atividades de compras no Tripadvisor e publicações de streetstyle no Instagram por 100 mil pessoas para avaliar as cidades mais “moda” do mundo.

«É bastante difícil definir o que torna uma cidade “fashionable”, já que diferentes indivíduos e culturas têm o seu próprio sentido de moda e tendências. Contudo, há certas cidades que imediatamente vêm à cabeça quando pensamos em moda, quer seja pela sua ligação com a indústria, excelentes opções de compra ou o facto de estarem sempre nas publicações nas redes sociais de influenciadores», explica a Jewellerybox.

Paris [©Jewellerybox]
Os números destes indicadores acabaram por confirmar Paris como a capital suprema, com uma classificação de 6,38 em 10. «Berço da alta-costura e casa de algumas das maiores casas de moda do mundo, Paris é legitimamente conhecida como uma das capitais mundiais do mundo da moda. Teve uma classificação alta em vários fatores, incluindo o número de marcas de gama alta e escolas de moda na cidade», resume o estudo.

Londres [©Jewellerybox]
Londres ocupa o segundo lugar neste ranking (pontuação de 5,68, também pela moda de gama alta, como os nomes que ocupam Saville Row. A capital britânica tem ainda a seu favor o facto de ser fonte de muitos movimentos vanguardistas na moda e pelas várias escolas reputadas, como a London College of Fashion.

Nova Iorque [©Jewellerybox]
O terceiro lugar foi atribuído a Nova Iorque, com uma classificação de 5,31. «Nova Iorque é uma cidade incrivelmente moderna e diversa e, como tal, está sempre na vanguarda da moda contemporânea e é particularmente conhecida em todo o mundo pela sua Semana de Moda, um dos eventos de moda mais proeminentes», destaca a Jewellerybox. No caso da cidade americana pesou também a proliferação de revistas, entre as quais a Vogue, a Cosmopolitan e a Harper’s Bazaar.

Com uma pontuação mais baixa (3,84) surge Milão, seguida de Amesterdão (3,79), Tóquio (3,47), Veneza (2,88), Dubai (2,84), Florença (2,83) e Lisboa (2,71).

A capital portuguesa peca pela falta de marcas de gama alta sediadas na cidade, que lhe dá uma classificação de zero neste indicador, assim como de revistas e escolas de moda, segundo a Jewellerybox. Lisboa destaca-se, contudo, na atividade de compras no Tripadvisor por 100 mil pessoas (66,1). Já o número de publicações no Instagram ascende a 1.429 por 100 mil pessoas e os postos de trabalho na moda ficaram calculados em 38,6 por 100 mil pessoas, uma média só ultrapassada no top 10 por Amesterdão (com 51,2 empregos por 100 mil pessoas).