Início Arquivo

Liz Claiborne quer marcas fortes

A Liz Claiborne Inc., empresa dedicada ao vestuÁrio feminino estÁ a planear vender as suas marcas Laundry By Design e C&C California à empresa Perry Ellis International Inc. e encerrar a sua linha Sigrid Olsen, no âmbito do processo de focalização da sua carteira em marcas mais pequenas e mais poderosas, e desenvolvimento do seu negócio de retalho. Sedeada em Nova Iorque, a empresa detém marcas que incluem Juicy Couture, Kate Spade, DKNY Jeans/DKNY Active e Mexx. O presidente executivo da Liz Claiborne, William L. McComb, refere que esta medida marca um “significativo passo em frente” nos esforços da empresa para construir menos marcas, mas mais fortes. Nos termos deste negócio, a Perry Ellis vai pagar cerca de 37 milhões de dólares, pela Laundry By Design e pela C&C California. A conclusão da operação estÁ prevista para o início de Fevereiro, e serÁ financiada através de capital próprio e de empréstimos. De acordo com George Feldenkreis, presidente executivo da Perry Ellis, a adição destas duas marcas irÁ permitir à empresa abordar de forma mais agressiva o mercado de vestuÁrio de senhora no segmento contemporâneo, o qual apresenta o crescimento mais acentuado no vestuÁrio feminino. Sedeada em Miami, a Perry Ellis é proprietÁria e licencia marcas como Perry Ellis, Jantzen, Savane e Farah, e pretende combinar as novas etiquetas com a sua actividade ao nível da marca Original Penguin para criar uma nova plataforma empresarial. As duas marcas vão acrescentar cerca de 60 milhões de dólares às suas receitas anuais, podendo ser expandidas para a linha de roupa de banho e vestuÁrio infantil, bem como para outras linhas de produtos. Um futuro diferente estÁ destinado à marca Sigrid Olsen da Liz Claiborne, a qual serÁ suspensa, originando o encerramento das suas actuais 54 lojas até meados de 2008. McComb refere que, até este momento, a empresa não conseguiu identificar um caminho viÁvel para a marca. O custo dos encerramentos estÁ estimado entre os 17 e os 22 milhões de dólares, e a Liz Claiborne pretende manter os direitos sobre a marca. No entanto, a marca Enyce, descrita como sendo uma “marca forte, com clientes fiéis”, serÁ mantida e reforçada, estando prevista uma expansão programada para melhores lojas de departamento ao longo deste ano. As quatro marcas encontravam-se entre uma carteira de 16, que foram colocadas sob revisão estratégica em Julho de 2007, com o objectivo de transformar a Liz Claiborne numa organização centrada na marca, orientada para o design e focalizada no cliente. A primeira parte da revisão, que envolveu sete outras marcas, foi concluída em Outubro de 2007 quando a Li & Fung USA comprou as linhas Emma James, Intuitions, JH Collectibles e Tapemeasure, por uma quantia não revelada. Ao longo do primeiro trimestre do ano é de esperar novos desenvolvimentos sobre as marcas cujo futuro estÁ ainda por decidir, nomeadamente Dana Buchman, Ellen Tracy, Kensie, Mac & Jac e prAna.