Início Arquivo

Macmoda em 3D num terminal perto de si

Um computador, um qualquer browser para aceder à Internet e já está. Dentro em breve poderá bastar isto para experimentar uma peça de vestuário da Macmoda, à escolha, antes de realizar uma compra via electrónica.

Esta proposta revolucionária de vestir interactivamente que a cadeia de pronto-a-vestir do grupo Maconde, é designada por «Fashion Me» e está prevista arrancar, em fase experimental, no próximo mês de Outubro, em três lojas (duas em Lisboa e uma no Porto), onde será instalado o «Avatar Personator», um programa de digitalização de pessoas baseada em tecnologia 3D (três dimensões). Trata-se, de resto, de um sistema inédito, em todo o mundo, que permite fazer provas de roupa via Internet. A fase de experimentação do «Fashion Me» estender-se-á até Março de 2001, ocasião em que a Macmoda prevê «atacar» em definitivo o comércio electrónico. Este novo negócio implicará uma equipa própria para a gestão da loja virtual, que disporá ainda um armazém próprio. O planeamento das colecções está a cargo do estilista Nuno Gama.

Tudo começou no início deste ano, com um consórcio entre a Macmoda, o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), a Universidade de Estugarda (Alemanha), a Pixel Park (Suiça), Canal Plus (França), a Mellon Technology (Grécia) e a Avatar Me (Inglaterra). Todo este projecto, que está orçado em 300 mil contos (1,5 milhões de euros) é financiado pela União Europeia, através do programa ESPRIT.

Mas afinal como é que tudo vai funcionar? O processo até parece simples. Primeiro o potencial cliente terá que ser fotografado, através do «Avantar Personator», em quatro poses diferentes: frente, costas e laterais esquerda e direita.

Uma vez tridimensionado, receberá um cartão personalizado, com respectivos «username» e «password», que deverá utilizar sempre que acederem ao «site» da Macmoda. Lá, depois de descarregar a sua fotografia 3D (a «avatar») poderá, então sim, experimentar as peças de roupa que desejar num ambiente tridimensional.

Basta, para tal, arrastar com o rato do computador as ditas peças e colocá-las no corpo, que serão exibidas numa «passarelle» virtual.

Caso opte pela compra, a encomenda será entregue ao domicílio, num prazo de 48 horas. Quanto ao pagamento, garantem os responsáveis pelo projecto, será suportado por um sistema de alta segurança.