Início Arquivo

Maconde vende mais de 26 milhões

A Maconde aprovou no final de Abril, durante a Assembleia Geral Anual, as contas consolidadas do exercício económico de 2000. O acto mais marcante desta Assembleia foi a fusão por incorporação da «Macém, Confecções, S.A.» e da «Sociedade Têxtil Financeira, S.G.P.S., S.A.» na Maconde Confecções, S.A., definitivamente registada a 11 de Dezembro de 2000. No início de 2000 foi dado início à produção da nova fábrica de Marrocos, a Mac Design. Durante ano 2000, foram ainda constituídas a «Maconde Romania, SRL» com sede em Bucareste e que vai passar da coordenação e controlo de produção subcontratada localmente para a exportação para clientes europeus, a «Maconde Benelux, BV», sediada na Holanda e vocacionada para a distribuição grossista e a «Maconde Imobiliária, S.A. com sede em Vila do Conde e que actua no domínio da Imobiliária.  No ano 2000 as vendas do Grupo Maconde excederam os 26 milhões de contos, superando o valor máximo atingido no ano anterior. O aumento dos valores, embora apenas de 1%, ficou a dever-se à entrada em mercados exteriores à Europa, especialmente no norte-americano e no japonês, o que possibilitou superar a redução verificada no mercado nacional. No mercado doméstico, a Tribo (loja de utilidades para o lar) e a Macmoda totalizaram perto de 11,7 milhões de contos. Quanto à Oxford, distribuidora grossista para boutiques e lojas especializadas em Portugal e Espanha, vendeu cerca de 1,2 milhões de contos no mercado doméstico ficando um pouco aquém do montante do ano anterior. As vendas totais líquidas da Maconde Confecções, S.A., a nível individual, atingiram 22 milhões de contos, continuando a empresa  a ocupar um lugar de destaque na indústria de confecção europeia dado ser um dos cinco principais produtores de vestuário exterior masculino da Europa, liderando o sector em Portugal e sendo o maior exportador nacional do ramo.