Início Notícias Marcas

“Made in Portugal” em todas as frentes

No comércio eletrónico, retalho tradicional ou no canal multimarca – sem esquecer a proposta omnicanal –, aquém e além-fronteiras, as marcas Ana Sousa, Pé de Chumbo e Dielmar definiram planos de negócio resistentes e adaptáveis ao desafiador ambiente de retalho.

Com a ajuda das novas gerações ou a partilhar espaço com amigos estrangeiros, as marcas Ana Sousa, Dielmar e Pé de Chumbo mostram como o “made in Portugal” se tem adaptado às mutações do retalho.

Em família

Investindo na estratégia de retalho omnicanal, com 58 lojas em Portugal, 14 pontos de venda próprios espalhados pelo Luxemburgo, França, Suíça, Espanha e África do Sul e um portal de vendas online que já abarca 32 países, a marca de moda feminina Ana Sousa tem contado com o apoio da segunda geração.

«Estamos com um crescimento na ordem dos 20% ao ano na loja online», revela, ao Portugal Têxtil, Sandro Sousa, o filho mais novo da designer Ana Sousa que desempenha o papel de diretor de marketing da marca.

Garantindo a entrega das encomendas no dia seguinte em Portugal Continental e em três dias na Europa, «França, Espanha, Inglaterra e Polónia são, atualmente, os melhores mercados do comércio eletrónico», acrescentou Sandro Sousa.

Com uma rede de 11 pontos de venda, a Dielmar está em fase de renovação do seu conceito de loja, uma operação que começou em março no centro comercial Amoreiras, em Lisboa. O projeto foi concebido pela arquiteta Joana Rafael, a terceira geração da empresa familiar de Alcains.

Ana Sousa

«É um design internacional, perfeitamente replicável na 5.ª Avenida, em Nova Iorque», afirma Ana Paula Rafael, administradora da especialista em alfaiataria.

A área de mais de 100 metros quadrados foi remodelada e adaptada ao novo conceito de loja e à nova imagem da empresa, nascida há 52 anos.

«O grande desafio era passar os 50 anos e passámos. Poucas empresas familiares passam esta data e estão na terceira geração, o que para nós é uma vitória. Temos, também, de sobreviver aos próximos 50 anos, não para nós, mas para as gerações vindouras», explicou Ana Paula Rafael.

O novo conceito de loja assume-se, ainda, como um reforço para o processo de internacionalização da Dielmar. «No futuro, acreditamos que vamos ter vários parceiros lá fora», confessa a a administradora, sublinhando que, dentro desta renovada estratégia de retalho, o comércio online não está esquecido.

«É uma aposta nossa para um futuro próximo, também com a ajuda da Joana [Rafael]», garantiu.

Com amigos

Optando pelo canal multimarca, a Pé de Chumbo, marca de autor assinada por Alexandra Oliveira, tem vindo a somar pontos de venda, sobretudo, além-fronteiras.

Alexandra Oliveira|Pé de Chumbo

«Estamos em todos os continentes. Destaco a Turquia, um dos nossos maiores compradores, a Itália, onde temos mais pontos de venda e os EUA, onde estamos agora a ser implementados», enumerou Alexandra Oliveira. «Estamos a conseguir aumentar as compras das lojas que já temos», referiu sobre as conquistas da Pé de Chumbo.

As vendas online da Pé de Chumbo são, ainda, «residuais», acontecendo também via multimarca, como no website da portuguesa Scar-ID ou na plataforma internacional Yoox.