Início Arquivo

Mais uma gigante com um problema entre mãos

A empresa têxtil americana Guilford Mills, anunciou na passada terça-feira que pretende apresentar falência e pedir protecção ao Capítulo 11 do Código de Falência, de forma a reorganizar e centrar-se o seu negócio em tecidos para a indústria automóvel. A empresa sediada na Carolina do Norte vai retirar-se do mercado de fabrico de vestuário e de mobília, para se dedicar ao fabrico de material para acentos, telhados e outros componentes de carros. Até agora a empresa encerrou duas fábricas de vestuário nos Estados Unidos mas irá conservar duas outras situadas no México. Os administradores da Guilford prevêem que a produção de tecidos para automóveis valha cerca de 70 a 75% das vendas anuais e dizem acreditar que o mercado está menos predisposto para importações estrangeiras baratas. Sob o plano de falência, os credores da empresa irão ganhar cerca de 90% da sociedade e a sua dívida será reduzida de 311 milhões de euros para 167 milhões. A empresa espera emergir da falência em Junho. O presidente da empresa, John Emrich, afirmou que estão «extremamente contentes com o acordo a que chegamos com os nossos credores pois eles vão ajudar a potenciar as contas da empresa». Emrich acrescentou ainda que, «o negócio com os nossos antigos credores vai permitir reduzir a dívida para níveis aceitáveis e posicionar a empresa para o sucesso e para o crescimento contínuo das suas operações. Nós estamos gratos que os credores tenham tido confiança no nosso plano de negócio e que tenham acordado apoiar a empresa na sua efectiva recapitalização».