Início Arquivo

Mango cresceu 35% em 99

A cadeia espanhola Mango apresentou no mês passado os resultados do exercício de 1999, fixando o seu nível de facturação em 134 milhões de contos, com um crescimento de 35% relativamente ao ano de 98, sendo que 36% da facturação foi realizada no mercado nacional e o restante internacionalmente. Tendo iniciado actividade em 1984 com uma loja em Barcelona, a mango tinha já em 1992 um total de 99 lojas em Espanha e apostava no mercado internacional abrindo duas lojas em Portugal. No final de 99, tornou-se a segunda maior empresa exportadora do sector têxtil, envolvendo 454 lojas distribuídas por 46 países. Saliente-se que, durante o ano passano, foram inauguradas 46 lojas próprias, 30 em regime de franchising e remodelaram-se 20, envolvendo investimentos na ordem dos 25 milhões de contos, mais 50% do que o inicialmente previsto. A marca espanhola prevê para este ano um volume de vendas de 175 milhões de contos, 37% dos quais em território espanhol, com investimentos na ordem dos 17 milhões de contos. Acrescente-se ainda que prevê contar com 549 lojas no final de 2000 (232 em Espanha e 317 a nível internacional), 650 em 2002 e 750 em 2003.