Início Arquivo

Marcas em estudo

CENESTAP – Centro de Estudos Têxteis Aplicados, promoveu em Março no Auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, a apresentação do Estudo “As Marcas e o Retalho”. O evento contou com a presença do autor do estudo, Rui Vinhas da Silva, docente na Manchester Business School, de Clarice Festas, subdirectora da Direcção Geral da Indústria, e de Gaspar Sousa Coutinho, Presidente do Conselho de Administração do CENESTAP, para além de inúmeros convidados da área da Indústria Têxtil e do Vestuário.

 

Nesta ocasião foram apresentados os resultados finais deste estudo, integrado numa acção gerida pela Direcção Geral da Indústria e executada pelo CENESTAP – Centro de Estudo Têxteis Aplicados, no âmbito das Medidas Voluntaristas do Programa IMIT.

 

Entre as diversas conclusões deste estudo, sobressai a necessidade de repensar a Indústria Têxtil Portuguesa, através da análise e reformulação das estratégias de exportação, num cenário de intensa concorrência e de crescente sofisticação. Assim, a noção de valor associada à marca é, segundo este estudo, o grande desafio para as empresas exportadoras nacionais, necessitando as mesmas de desenvolver programas de acção de acordo com os seus objectivos comerciais de médio e longo prazos. O estudo encontra-se dividido em quatro partes. A primeira parte caracteriza o retalho britânico, destacando a importância do mesmo para a ITV portuguesa como mercado tradicional e de referência. A segunda parte deste estudo visa estabelecer a ligação entre os diversos problemas identificados na ITV portuguesa e as ideias apontadas num quadro de cenários possíveis tendentes à apresentação de caminhos para esta indústria. A terceira consiste no trabalho empírico efectuado junto dos clientes e empregados de três grandes retalhistas britânicos – Marks & Spencer, New Look e Littlewoods – que são alvo de uma profunda investigação e análise. Na última parte do trabalho é apresentada uma metodologia de medição, ou avaliação, das dimensões da “corporate reputation”, que permitirão um entendimento aprofundado das dimensões que constituem o conceito de identidade interna dos retalhistas e a imagem externa dos seus clientes.

 

Este trabalho está integrado num projecto mais vasto, intitulado “Estudo do Impacto das Marcas no Contexto do Retalho de Vestuário”, e tem como objectivo principal o aprofundamento do conhecimento sobre os processos de gestão de marcas próprias e de criação de uma imagem de reputação nas organizações retalhistas, possibilitando aos exportadores a definição de estratégias que incorporem os requisitos das marcas próprias, tal como especificados pelos retalhistas e exigidos pelos consumidores. Simultaneamente, ao destacar o valor destas estratégias, o estudo em causa possibilitará um melhor enquadramento para a introdução de marcas de produtores.