Início Arquivo

Marks & Spencer sem compradores em Portugal

Está já confirmado o encerramento das duas lojas Marks & Spencer em Portugal, logo a seguir à conclusão do processo de indemnização dos cerca de 100 funcionários das lojas situadas no Centro Comercial Colombo e na Avenida Guerra Junqueiro. Segundo o Diário Digital, um porta-voz do grupo britânico disse que as propostas recebidas não reuniam condições para a manutenção dos postos de trabalho dos funcionários portugueses. O acordo de rescisão foi confirmado pela gerência portuguesa, e as duas lojas abriram as suas portas pela última vez no passado dia 15 de Dezembro. No passado mês de Março o grupo britânico anunciou o encerramento das suas lojas na Europa e um corte de cerca de 4.400 postos de trabalho. O grupo previa ainda a vendas das suas lojas em França, Espanha e Portugal, ficando a sua actividade limitada ao Reino Unido. Inicialmente o El Corte Inglés, que comprou a rede da Marks & Spencer em Espanha, manifestou interesse nas lojas portuguesas, mas a possibilidade foi imediatamente afastada logo após a inauguração do seu armazém em Lisboa. Também a Inditex, que possui marcas como a Zara, a Pull & Bear, Stradivarius e outras, e o Cortefiel poderão ter mostrado algum interesse nas lojas portuguesas. Em relação às lojas da Marks & Spencer em França, as Galerias Lafayette compraram todas as unidades aí existentes.