Início Notícias Vestuário

Máscara transparente espanhola chega a Portugal

A Xula Mask, uma máscara social reutilizável de tecido transparente e com tecnologia antivírica da HeiQ, está agora à venda em Portugal. A solução apresenta-se como mais inclusiva, tendo sido desenhada para servir a população surda, embora traga também benefícios para terapeutas, professores e população em geral.

[©Xula Mask]

A máscara foi desenvolvida pela espanhola Xulamask em abril do ano passado para reduzir a barreira social criada pelo uso de máscaras, em especial nas pessoas surdas, refere um comunicado.

Fabricada com um têxtil reutilizável, resiste até 40 lavagens a 60ºC, devendo ser lavada à mão ou no programa de sedas e seca com um secador a quente para reativar o revestimento protetor, aponta. Por ser um têxtil altamente respirável, a Xula Mask evita a condensação e embaciamento dos óculos.

Segundo o comunicado, a compactação do tecido transparente foi reforçada, reduzindo ao mínimo os nanoporos entre os fios do tecido. «Isso torna ainda mais difícil a entrada de bactérias e germes, bem como vírus ou outros elementos externos potencialmente nocivos. Porém, e devido à singularidade da composição estrutural do tecido utilizado, também é possível aumentar significativamente a respirabilidade, melhorando o conforto de uso», sublinha.

O tecido foi tratado com repelente de água, «o que permitiu melhorar as taxas de impermeabilidade da Xula Mask» e com a tecnologia antiviral Viroblock, da HeiQ, que neutraliza a ação de germes, vírus e bactérias em 99,9% num período máximo de 10 minutos, de acordo com os testes laboratoriais.

«A Xula Mask garante proteção de nível 2, pois cumpre a nova normativa europeia CWA 17553 e a especificação UNE 0065/2020, com eficácia de filtro de aerossóis superior a 96% e eficácia de filtro de partículas superior a 95%», indica o comunicado.

[©Xula Mask]
Já à venda em Espanha, França, Reino Unido, EUA, Emirados Árabes Unidos, Singapura e Malásia, a Xula Mask chega agora a Portugal, com vendas online e no retalho.

«A transparência numa máscara social facilita a atividade empresarial, pois permite a comunicação, a empatia e a sociabilidade. Para além disso, melhora a autoestima de todos, pois permite ver o rosto e sorrisos das pessoas, bem como a maquilhagem ou batom», salienta Ricardo Correia, representante e distribuidor da Xula Mask em Portugal.

O objetivo no nosso país é que a marca seja «a primeira opção em certas profissões, como terapeutas ou professores, que precisam de comunicar com clareza, útil nas faixas etárias mais jovens, como crianças e adolescentes, para quem a expressão das emoções e sentimentos está em fase de desenvolvimento e aprendizagem», sustenta o comunicado.