Início Arquivo

Mercado do luxo beneficia com desvalorização do euro

Segundo um artigo recentemente publicado no Journal du Textile, o mês de Junho trouxe boas notícias às empresas de produtos de luxo cotadas na Bolsa francesa.

A Bolsa de Paris encerrou o mês em questão com o CAC 40, o índice das cotações, nos 4.269 pontos, ou seja, o valor mais alto registado nos últimos três anos.

Ao mesmo tempo, o euro passou a barreira dos 1,20 dólares pela primeira vez nos 11 meses anteriores.

Como grandes ganhadores desta alta bolsista, destacam-se as casas francesas de artigos de luxo, a saber a LVMH (subida de 12%), a Christian Dior (10%) e a Hermès, com uma valorização de 7%.

 

Aliás, a Christian Dior já batera todos os recordes anteriores, com uma valorização de 29% desde Janeiro, enquanto as acções da LVMH e da Hermès se mostraram mais modestas, com subidas de 15% e 14% respectivamente, desde o início do presente ano.

No segmento do vestuário, os resultados das restantes empresas cotadas na Bolsa de Paris variaram, com a Aigle, especialista em vestuário outdoor, a valorizar 6%, depois da estagnação registada em Maio passado, e a Devernois a revelar um pequeno crescimento de 1%, após o anúncio de resultados líquidos em baixa, em 2004.

Entre as cadeias de distribuição de têxteis e vestuário, a tendência bolsista aponta igualmente para um cenário misto, com destaque nesta área de negócio para as subidas da Etam (8%), PPR (6%) e Go Sport (7%), a par das quebras registadas por nomes como a Alain Manoukian (1%), Casino (4%) e Orchestra (5%).