Início Arquivo

MFS não falha

A presença das empresas portuguesas na Munich Fabric Start (MFS) cresce de edição para edição. A Penteadora, Arco Têxteis, Riopele, Lemar, Living Colours, Lurdes Sampaio, Paulo de Oliveira, San Martin, Têxtil Vilarinho, Texwool são algumas das empresas portuguesas que já consideram a feira de tecidos alemã incontornável na sua rota de expansão internacional. «É uma feira muito interessante e em crescimento», afirma Hugo Azevedo, responsável comercial e de design da Living Colours. A empresa de tecidos de Padim da Graça apresentou uma colecção com «novas famílias e novos temas diferenciados, destacando-se artigos de misturas algodão/lã, cupro/lã e outras fibras novas em equilíbrio com uma larga paleta de cores», revela. Uma colecção bem-sucedida junto dos visitantes da feira. «A MFS é uma feira bastante estável. Temos uma carteira de clientes bastante sólida que só foi conseguida com muitos anos de parceria e presença na feira», acrescenta Hugo Azevedo. Para a Arco Têxteis, a Munich Fabric Start é um certame indispensável no calendário de feiras da empresa. «É uma feira que acontece primeiro que todas as outras e isso está a tornar-se cada vez mais determinante», aponta Carlos Bacelar, comercial da empresa. Nesta edição não houve surpresas, até porque, como explica, «a MFS é uma feira certinha. Uma pessoa sabe com o que conta, sabe quem vai ver. Aparece um ou outro contacto novo, que não contávamos, mas é uma feira muito regular. É essencialmente uma feira para o mercado alemão». José Ortigão, gestor de mercado da Riopele, reitera, por sua vez, que «a Munich Fabric Start é a feira mais importante para o mercado alemão», na linha da frente dos destinos de exportação dos tecidos criados na empresa sedeada em Pousada de Saramagos. «A receptividade à nova colecção foi excelente, pois constatei que os clientes alemães gostam cada vez mais da nossa oferta. É um mercado que atribui grande valor à nossa marca Çeramica, tanto pela imagem como pelo conforto e easy care», conclui o gestor de mercado da Riopele. Corredores cheios, expositores optimistas e visitantes satisfeitos foram as imagens que ficaram desta 30.ª edição da Munich Fabric Start. A feira de tecidos alemã bateu o seu próprio recorde com a visita de 16.900 profissionais, um aumento de 8% em comparação com Fevereiro do ano transacto. A Munich Fabric Start recebeu, de 1 a 3 de Fevereiro, representantes de marcas como Bruno Pieters, Akris, Hugo Boss, Holy Group, Levi Strauss e Marks&Spencer, interessados nas colecções apresentadas por 765 expositores internacionais de 36 países, sob o mote “Feel the Truth”. A próxima edição da feira alemã está já agendada para 6, 7 e 8 de Setembro e em destaque estarão os tecidos para o Outono-Inverno 2012/2013.