Início Notícias Mercados

Moda e retalho dos EUA apoiam nova administração

As associações do vestuário, calçado, moda e retalho dos EUA congratularam pela eleição do novo presidente, Joe Biden, e da nova vice-presidente, Kamala Harris, e comprometeram-se a trabalhar com a nova administração para fortalecer a economia do país.

Kamala Haris e Joe Biden [©Business Insider]

Numa eleição renhida, o democrata Joe Biden foi declarado vencedor no passado dia 9 de novembro com uma vantagem de 290-214 contra Donald Trump. No entanto, a contagem de votos prossegue ainda em vários estados e o presidente em exercício não parece disposto a abandonar o cargo. Assim, se o cenário de vitória de Biden se confirmar, o novo presidente assumirá funções em janeiro, notícia o just-style.

Em conjunto com Kamala Harris, Joe Biden apontou o coronavírus e a economia como duas das quatro questões principais a dar resposta já neste período de transição ao poder. Com um grupo de cientistas e especialistas como consultores de transição, Biden pretende converter o plano de Covid num plano de ação a ter início no dia 20 de janeiro de 2021.

Neste âmbito, foi ainda lançado um website para a transição que indica que a equipa vai focar-se em promover a prosperidade, alcançar a justiça racial e combater as mudanças climáticas.

«Agradecemos a mensagem de unidade e inclusão, bem como o reconhecimento de que o mandato desta eleição é promover a cooperação com todos os americanos. Celebramos que os americanos se tenham envolvido no nosso processo político com números recordes, apesar dos enormes desafios, e esperamos uma transição pacífica e previsível para honrar essa participação sem precedentes», afirma Steve Lamar, CEO da American Apparel and Footwear Association (AAFA), numa declaração a felicitar Joe Biden e Kamala Harris pela eleição.

Steve Lamar [©CFDA]
«Aplaudimos por tornar a gestão e o alívio da Covid-19 a prioridade número um e elogiamos os esforços para fazer do Covid-19 uma missão com foco na ciência, na saúde e no bem-estar de todos os americanos e no fortalecimento da economia dos EUA. Estamos ansiosos para trabalhar com a administração de Biden nessas prioridades em 2021», acrescenta o CEO da AAF.

Na declaração, Steve Lamar refere ainda que, até ao aparecimento de uma vacina confiável, para que a economia possa recuperar a força necessária para subsistir, lutar contra a pandemia com todas os meios económicos e sanitários deve ser prioridade até ao resto do ano e também para 2021.

«Estamos orgulhosos dos membros da AAFA e dos nossos quatro milhões de trabalhadores americanos, porque se empenharam em fornecer os EPIs essenciais durante os últimos nove meses. Esperamos proteger as operações deles e manter as portas abertas neste outono-inverno e em 2021, enquanto continuamos a fornecer, com segurança, artigos fundamentais para o quotidiano das famílias em vários pontos do mundo», revela o CEO da AAF.

Resiliência e adaptabilidade

O número histórico de votos nas eleições americanas foi também salientado pela US Fashion Industry Association (USFIA). «Muitas marcas e retalhistas apoiaram iniciativas de voto e deram aos nossos funcionários tempo livre para votar. Estamos satisfeitos pelo resultado de 3 de novembro refletir a nossa vibrante democracia americana», assegura.

«A USFIA parabeniza o presidente eleito, Joe Biden, pela eleição como 46.º presidente dos Estados Unidos. Também felicitamos Kamala Harris pela eleição arrasadora como a primeira mulher negra e indiana eleita vice-presidente. Estamos ansiosos para cooperar com a administração de Biden e o Congresso de modo a encontrar soluções para os desafios que temos pela frente – especialmente soluções para combater o Covid-19 e apoiar a economia. Acreditamos que uma nova abordagem para a política comercial e a participação americana em alianças globais apoiará a recuperação hoje e para o futuro», destaca a USFIA.

Matthew Shay [©Business Wire]
De igual forma e com os mesmos objetivos de mitigar a pandemia e apoiar a economia, Matthew Shay, presidente e CEO da National Retail Federation (NRF), expressou também a vontade de trabalhar com a nova administração.

«Depois de uma temporada eleitoral histórica e sem precedentes, o país selecionou o nosso próximo comandante-chefe através de um processo democrático de longa data. Temos de superar a retórica política que dividiu a nossa nação e lembrarmo-nos de que somos americanos primeiro. Agora é a hora de nos unirmos e de estarmos juntos nos desafios substanciais que enfrentamos e para a melhoria de nosso país», assume Matthew Shay.

«Como o maior empregador do sector privado no país, o sector retalhista espera continuar a nossa tradição de trabalhar com os presidentes e com as administrações dos dois principais partidos políticos para promover as prioridades da indústria na criação de emprego, desenvolvimento económico e oportunidades de carreira para milhões de americanos. Felicitamos o presidente eleito, Biden, e a vice-presidente eleita, Harris, pela vitória difícil. Ao longo das circunstâncias extraordinárias deste ano, os retalhistas mostraram resiliência e adaptabilidade e vão continuar a garantir a segurança e o bem-estar de nossos clientes, das comunidades que atendemos e dos 52 milhões de trabalhadores americanos apoiados pelo sector de retalho, à medida que entramos numa quadra movimentada das festividades», conclui o presidente e CEO da NRF.