Início Notícias Marcas

Moda infantil com Sal & Pimenta

A marca de vestuário de criança herdou o nome dos dois cães da fundadora – Sal e Pimenta –, veste petizes dos 0 meses aos oito anos e aposta numa estética revivalista, remexendo memórias de estilo dos anos 30 até à cada de 70. Hoje, aos olhos da Sal & Pimenta, também o mundo parece pequeno.

«Temos encomendas internacionais praticamente todos os dias. Os principais países são Espanha, Reino Unido, Finlândia, Alemanha, Suíça, EUA e, ocasionalmente, Austrália», revela Teresa Costa, fundadora da marca, ao Portugal Têxtil, destacando que o volume de encomendas mensais varia «entre as 350 nos meses calmos e perto de mil nos meses mais agitados».

Tudo isto acontece no portal de comércio eletrónico, atualmente o canal privilegiado de vendas da Sal & Pimenta. «O lançamento do nosso website há exatamente um ano levou-nos para um patamar de faturação novo, ao qual nos temos estado a adaptar e para o qual estamos a fazer crescer as coleções», afirma a fundadora.

A Sal & Pimenta nasceu há 10 anos, como uma tentativa de materializar a fértil imaginação da gestora de profissão. «É, no fundo, um reflexo de tudo o que me passa pela cabeça e da minha imaginação que se transmite através de peças revivalistas e sonhadoras», explica Teresa Costa sobre os itens cuja estética dialoga com as décadas de 1930, 40, 50, 60 e 70, bebendo de estilos capturados por retratos de época. «Penso que antigamente havia um gosto em relação às crianças que hoje foi muito modernizado. Nós queremos trazer o antigamente para os dias de hoje», sublinha a fundadora da Sal & Pimenta.

A receita da marca agrada a diferentes palatos, também, pelo leque de preços democrático e oferta variada. Neste momento, a gama da Sal & Pimenta é composta por uma linha de bebé dos 0 aos 2 anos – fofos, malhas, cueiros, toucas etc. – e outra de criança dos 2 aos 8 anos, com calças, calções, camisas e vestidos, entre outros.

Para dar corpo às coleções, os tecidos, comprados maioritariamente em Espanha, são trabalhados à mão, em diferentes ateliers localizados nos arredores de Lisboa. Os preços variam dos 18 euros para peças simples como bodies ou toucas até aos 70 euros para vestidos e cerimónia com smocks, por exemplo. «Tentamos sempre que o nosso preço médio ande à volta dos 30 euros, porque conhecemos bem a situação difícil que o país atravessa», refere Teresa Costa, responsável por toda a coleção assim como por todos os aspetos da empresa, desde a expedição das encomendas até à relação com o cliente.

Para o futuro, a mira da Sal & Pimenta aponta para a constante renovação da oferta, com o intuito de conquistar novos e fidelizar os atuais clientes. «Todas as semanas a nossa coleção tem novidades. Faz mexer as vendas e faz com que os clientes estejam sempre a visitar o nosso website», afirma a fundadora da Sal & Pimenta ao Portugal Têxtil.