Início Arquivo

Moda para a eternidade

Numa altura em que a moda de Roma precisava de um pouco de inspiração, Frida Giannini da Gucci chega e faz uma grande festa dedicada à moda numa “villa” com vista sobre a Cidade Eterna. O evento de 15 de Julho marcou o 70º aniversÁrio da conhecida loja Gucci perto da famosa Praça de Espanha, e começou com a apresentação da colecção Resort 2009 da Gucci, normalmente exibida em Nova Iorque. O tributo à cidade esteve também visível na colecção, jÁ que os cinco vestidos de deusa que fecharam o desfile são em honra de Roma e só estarão disponíveis na loja da Via Condotti. Roma não é fantÁstica?» repetia a designer de 36 anos enquanto cumprimentava alguns dos 300 convidados e se sentava para o jantar após o desfile, na “villa” do século XVII, com sumptuosos jardins, que faz parte do complexo da Academia Americana, situada no topo do monte Janiculum. Mais tarde, 700 jovens romanos juntaram-se à festa e dançaram a noite toda ao som da música dos Goldfrapp. Giannini queria prestar tributo não só à sua cidade de nascimento, mas à escola romana onde obteve os seus estudos na moda, a Accademia di Costume e di Moda, e ao primeiro trabalho na Fendi, a marca fundada por cinco irmãs romanas. Devo muito a esta cidade», disse à Associated Press. O evento foi o mais badalado da semana de moda de Roma “AltaRoma” que terminou quinta-feira passada. Os eventos de gala da moda romana foram raros desde os dias dourados dos anos 60, onde estrelas como Liz Taylor, Rita Hayworth e Audrey Hepburn, presentes nva cidade para filmarem, tornaram Roma no ponto mais alto da moda italiana. Nos anos 90, Roma teve um segundo momento de moda, com a gala de Verão “Women under the Stars” na Praça de Espanha, um desfile de moda que incluiu os principais nomes italianos da alta-costura e do pronto-a-vestir, assim como designers estrangeiros convidados. Um evento que chegou a ser transmitido pela televisão em muitos países. Mas apesar das tentativas de reviver essa atmosfera, na última década a costura de Roma tornou-se um evento muito local. Desta vez, mais de 20 casas, incluindo a Gattinoni e a Sarli, mostraram as últimas colecções nas salas de um antigo convento medieval na sombra da Basílica de São Pedro, o mesmo local que foi utilizado no ano passado por Valentino para a sua despedida do mundo da moda. As roupas, de grande beleza e tecidos sumptuosos, variaram entre ao estilo grande soirée e, de vez em quando, um pouco mais acessíveis, com a invenção da “semi-costura” – algo entre a “alta-costura” e o pronto-a-vestir. No entanto, os desfiles foram sobretudo compostos por vestidos para festas de jardim das mães e os casamentos das filhas. As audiências reflectiam as passerelles, incluindo muitas senhoras de famílias ricas assim como estrelas da televisão italiana. Temos de reacender o fogo da moda de Roma», disse o novo presidente da câmara de Roma, Gianni Alemanno, convidado da festa da Gucci. A cidade e a província de Roma patrocinaram a semana de moda, e estão à procura de novas formas de promover a marca “made in Roma”. Entre as ideias estão um local permanente para os desfiles, um departamento de moda na cidade universitÁria de Roma para formar os futuros designers e uma interacção entre a moda e os filmes.