Início Notícias Têxtil

Modatex ensina à distância

Durante a pandemia de coronavírus, o Modatex encontrou a solução para dar continuidade à formação do sector têxtil, através da criação de uma plataforma online com formações gratuitas que arrancam já dia 28 de abril.

São vários os efeitos causados pela pandemia de Covid-19 nas mais diversas áreas e, independentemente do objetivo, o caminho passa sempre pelo conceito de adaptação. Muitos são os exemplos que podem ser citados nomeadamente a resposta das cadeias de aprovisionamento da indústria têxtil que mobilizaram as produções de modo a conceber máscaras e equipamentos de proteção individual para ajudar a combater o vírus.

Neste sentido e a ser mais uma prova do conceito de adaptação em tempos sem precedentes, o Modatex – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícios lançou uma plataforma digital para conseguir dar formação à distância. A prática, aplicada por várias empresas e entidades formadoras, está agora também disponível para a indústria têxtil através da iniciativa do Modatex.

José Manuel de Castro

Além do lançamento da plataforma digital ser uma solução face à realidade atual, é também um passo à frente para o Centro de Formação ir ao encontro das «tendências do futuro». «A formação à distância é uma realidade inquestionável. O desenvolvimento de competências é uma necessidade contínua de todos os intervenientes do sector têxtil e de vestuário», afirma o diretor-executivo, José Manuel de Castro.

O plano de formação «ambicioso» em áreas tecnológicas da indústria têxtil e vestuário começa na próxima terça feira, 28 de abril. A formação à distância é de participação gratuita e limitada a 20 pessoas por módulo, mediante inscrição a ser feita no website do Modatex, onde constam mais informações sobre as seis ações disponíveis do programa: Styling Pessoal, Materiais Têxteis, Características dos Tecidos, Segurança no Laboratório, Princípios Básicos de Modelação e Princípios Básicos de Modelação – Como tirar medidas no corpo. Apesar de arrancarem a 28 de abril, as ações prolongam-se até ao dia seguinte, com a formação mais curta a ter uma duração de três horas e meia e a mais longa 12 horas.

«Nós, enquanto atores incontornáveis no sector da formação na área da ITV, temos que ter a capacidade de antecipar necessidades e de responder em consonância com a dimensão do desafio que nos é colocado. E é neste contexto que surge a nova plataforma de ensino à distância. Um instrumento fundamental no presente e no futuro da formação», explica o diretor-executivo.

Calendário de formação