Início Notícias Moda

Momad de portas abertas

Entre hoje e sábado, para além de revelar as tendências da primavera-verão 2021, a feira de Madrid dedicada ao vestuário e calçado vai ainda debater os principais desafios da indústria da moda e também formas de promover a internacionalização do sector.

O certame organizado pela Ifema recebe, nesta edição que decorre de 6 a 8 de fevereiro, 800 marcas oriundas de 37 países distintos numa área de 40 mil metros quadrados, e espera a afluência de mais de 15 mil visitantes. Com uma presença estrangeira que ascende a 30%, focada maioritariamente no mercado europeu, a Momad acolhe lojas multimarcas, grandes armazéns e ainda a diversas empresas e marcas.

O salão de moda de Madrid tem como um dos seus objetivos promover a internacionalização da indústria têxtil e da moda espanhola, cujas exportações continuaram a crescer em 2019 e, de acordo com dados do CITYC, para 17,1 biliões de euros. Segundo a ACOTEX, este valor representa 9% das exportações totais de Espanha. França, Itália, Portugal, Alemanha e o Reino Unido são os principais destinos das exportações espanholas e marcam destacada presença na Momad, lado com representantes da Bulgária, Croácia, Eslováquia, Grécia, Itália, Rússia, Canadá e México.

Diversidade, previsões e desafios

A diversidade do evento não se resume apenas à variedade de culturas, mas também ao programa preparado para receber os players do sector. As temáticas debatidas no Momad Forum, localizado no hall 12, vão abordar «os desafios atuais da indústria de moda e as respetivas soluções para que os profissionais consigam atingir um negócio de sucesso», refere a organização em comunicado. “O mais recente canal de vendas: Instagram Shopping”, “20 sugestões para aumentar as suas vendas online em 2020”, “Montra por campanha” são algumas das conferências ao programa.

Justine Hamelin, diretor de estilo do gabinete de tendências Peclers, vai desvendar as tendências de senhora para a primavera-verão 2021. «Num mundo que está a perder o rumo, é tempo de levar as coisas mais devagar. Explorar a riqueza dos clássicos para a apreciar a sua importância. Suavizar códigos para celebrar o corpo e revelar feminilidade forte e romântica», afirma.

O salão de moda engloba vestuário de senhora, vestuário de homem, calçado e acessórios distribuídos por 14 áreas: Casual, Ego, Metro Space, Event, Momad 4.0 Point of Sales Services, Man, Swimwear e Lingerie, Contemporary. Sustainable Experience, Urban, Now, Leather Fur e Outwear, Footwear e Accessories.

Da lista dos 800 expositores fazem parte 22 empresas e marcas portuguesas, entre as quais estão nomes como Cristina Barros, Concreto, Cotton Brothers, Beppi, Marita Moreno e Scusi.

Talentos e oportunidades

Com um total de 32 candidaturas, a Momad e o ISEM Fashion Business School criaram a iniciativa “MOMAD Talents by ISEM”, que tem como objetivo premiar o empreendedorismo.  A marca de moda feminina Anhet e a marca Ana Ortuondo, focada em criar padrões têxteis para vestuário e acessórios de edição limitada, foram as vencedoras do concurso que celebra a quarta edição.

Avaliados por um júri composto por sete elementos ligados ao mundo da moda, entres os quais da designer Teresa Palazuelo, os vencedores, selecionados com base nos critérios de originalidade e criatividade, inovação e exclusividade e ainda qualidade do design, têm a oportunidade de expor as suas criações nesta edição da feira espanhola.

A entrega de prémios e a apuração do primeiro lugar entre os dois vencedores acontece hoje no hall 12, numa cerimónia que conta com a presença de todos os membros do júri. Além de oferecer uma plataforma para promoção e visibilidade dos jovens empreendedores, o vencedor terá ainda a oportunidade de integrar o ISEM Fashion Digital Marketing Programme com 50% da bolsa para 2020.