Início Arquivo

Multinacional inglesa não cumpre o prometido

A multinacional Clark está a reduzir os postos de trabalho na fábrica de Castelo de Paiva ao contrário do que o Governo tinha garantido depois dos acontecimentos de Entre-os-Rios em Março de 2001. Esta situação está a ser denunciada pelo Sindicato da Indústria de Calçado de Aveiro e Coimbra na voz de Manuel Graça, que afirma que a empresa está apresentar aos trabalhadores a rescisão dos contratos de trabalho, mas suas palavras “por um valor ridículo”. Segundo Manuel graça, a empresa inglesa não agiu de forma correcta já que não cumpriu com a palavra dada ao próprio presidente da Câmara de Castelo de Paiva ao garantir desde sempre que iria manter os 800 postos de trabalho. A empresa do sector do calçado, já tinha em Janeiro de 2001, dispensado 368 dos 423 funcionários da sua fábrica em Arouca. Aos 55 que permaneceram na fábrica até à data do encerramento foi-lhes oferecida a possibilidade de serem transferidos para a unidade de Castelo de Paiva, mas os trabalhadores preferiram receber as suas indemnizações.