Início Notícias Têxtil

Munich Fabric Start regressa sem substitutos

Depois da alternativa Fabric Days, a Munich Fabric Start Exhibitions, entidade organizadora da feira alemã de tecidos Munich Fabric Start e da mostra de denim Bluezone, prepara-se para regressar à normalidade, em formato presencial, para desvendar as novidades do outono-inverno 2022/2023.

[©Munich Fabric Start]

As restrições de viagens de diversos países levaram ao cancelamento da feira de tecidos no formato habitual em 2020, motivo pela qual a organização preparou o evento Fabric Days, direcionado para produtores e visitantes europeus com preços de participação especiais face à pandemia. Apesar do sucesso desta iniciativa, a Munich Fabric Start e Bluezone marcam agora o regresso desde de fevereiro de 2020.

Cerca de 800 fornecedores internacionais já se inscreveram para apresentar as coleções do outono-inverno 2022/2023 na Munich Fabric Start que tem já data marcada para 30 de agosto a 2 de setembro, no recinto habitual MOC. Por sua vez, a Bluezone, localizada no Zenith Hall concretizar-se-á de 30 de agosto a 1 de setembro.

Além de proporcionar um centro de «troca pessoal necessária» com a indústria, a feira oferece aos participantes múltiplas fontes de inspiração, com fóruns de tendências e diretrizes dos pesquisadores de tendências líderes, painéis de discussão e mesas-redondas de especialistas sobre temáticas orientadas para o futuro, relacionadas com design circular, ferramentas digitais e processos de produtivos.

[©Munich Fabric Start]
«Estamos superfelizes por finalmente podermos reunir novamente a indústria têxtil e da moda global em Munique dentro de pouco mais de dois meses», afirma Sebastian Klinder, diretor-geral da Munich Fabric Start, que sublinha que o espaço disponível nos stands está totalmente reservado. «A indústria pode esperar uma reunião grandiosa, em conformidade com a Covid-19, e três dias de feira cheios de inspiração, informação e novos impulsos», garante, citado pelo Sourcing Journal.

Descobrir o futuro

O tema da Bluezone, “Back to the Future”, atua como um apelo de ação para a comunidade denim se reunir e ter novamente experiências táteis com os têxteis. A mostra terá um formato atualizado com atores do universo denim e empresas líderes de tecnologia que, por norma, expõem no hub de inovação da feira, Keyhouse.

No total, cerca de 65 expositores, como a Tejidos Royo, Prosperity, Calik Denim, Berto, Officina+39 e Montega, vão desvendar os seus últimos desenvolvimentos, assim como a Advance Denim, Tat Fung, Weko e a Dinghui Fashion.

Os expositores da Munich Fabric Start estarão divididos por quatro halls e dois átrios, com quase 90 fabricantes de botões, fitas e etiquetas como a Frameless, The Button Maker, Shindo, Panama Trimmings e ainda a Lenzing e a Thermore.

A Sustainable Innovations, uma área criada recentemente, vai oferecer informações e soluções de sourcing especializadas para a indústria têxtil.

[©Munich Fabric Start]
No que diz respeito às medidas de segurança, a organização assegura que serão aplicadas as mesmas regras da Fabric Days, mas adaptadas e com mudanças caso seja necessário para cumprimento das diretrizes oficiais.

Cerca de 3.600 visitantes nacionais e internacionais de 30 países reuniram-se na Fabric Days de 1 a 3 de setembro para ver e mostrar novos conceitos para a estação fria de 2021/2022. A versão reduzida de Munich Fabric Start e da Bluezone foi um primeiro olhar da época para muitos eventos comerciais agendados previamente, como a Première Vision Paris e a Kingpins, que foram depois cancelados e complementados por propostas digitais. A segunda Fabric Days esteve planeada para o início do corrente ano, porém acabou por ser cancelada em março.