Início Notícias Têxtil

Museu de Lanifícios da UBI celebra a arqueologia

Nos dias 18,19 e 20 de junho, o Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior comemora as Jornadas Europeias de Arqueologia 2021 com um programa que visa a sensibilização da comunidade para a riqueza e diversidade do património arqueológico industrial da Covilhã.

[©New Hand Lab]

As Jornadas Europeias de Arqueologia (JEA) são um evento organizado por cerca de 47 países europeus, incluindo Portugal, e têm como objetivo sensibilizar os cidadãos europeus quanto à riqueza e à diversidade cultural da Europa, aumentar a visibilidade da arqueologia junto dos diferentes públicos e dos meios de comunicação,

sensibilizar o público em geral e as autoridades políticas para a necessidade de proteção do património arqueológico, permitir aos diferentes públicos a apreensão do mosaico das culturas europeias, atrair novos públicos não habituados a visitar os locais onde se pratica a arqueologia, promover junto do público toda a linha de intervenção da arqueologia, «desde a escavação até ao museu» e ainda promover a partilha de conhecimentos entre os profissionais da arqueologia e os cidadãos europeus. Neste sentido, as JEA decorrem anualmente no terceiro fim-de-semana de junho, em todos os países membros do Conselho da Europa, segundo a Direção-Geral do Património Cultural.

Durante os três dias, o Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior vai celebrar as JEA com iniciativas como visitas guiadas e livres, exposições, workshops e conferência de acordo com as normas definidas pela DGS, motivo pelo qual o programa pode conter apresentações e visitas ou exposições virtuais, assim como diretos ou vídeos pré-gravados.

O Professor Jorge Custódio, investigador da arqueologia e do património industrial, vai proporcionar uma visita guiada aberta à comunidade no dia 19 de junho, explorando quatro lugares com património arqueológico alvo de ações de preservação, como a tinturaria setecentista pombalina na Real Fábrica de Panos, as estruturas arqueológicas e a caldeira a vapor De Naeyer & Cie. na Real Fábrica Veiga, a caldeira a vapor Babcock & Wilcox da Tinturaria Alçada na Tinturaria – Galeria de Exposições e as estruturas arqueológicas da Fábrica António Estrela na New Hand Lab.

Dia 20 de junho, a arqueóloga Beatriz Correia levará a cabo a atividade “Explorar a Real Fábrica de Panos”, pensada especialmente para as crianças entre os 8 e os 14 anos.

Durante estes três dias, os participantes podem usufruir de entradas livres às Reais Fábricas de Panos e Veiga e visitas guiadas gratuitas, às 11 e às 15 horas, alusivas ao tema “Da manufactura à Industrialização dos Lanifícios”. Apesar da participação ser gratuita, está sujeita a inscrição prévia.