Início Arquivo

ndia liberaliza as exportações de fio de algodão

O governo indiano decidiu liberalizar por completo as exportações de fio de algodão. Um pequeno limite ainda imposto sobre alguns carregamentos foi removido a 1 de Janeiro. A Índia não vai continuar a colocar obstáculos nas exportações de fios de algodão para os países que não têm limitação de quotas. Uma limitação foi anteriormente imposta nos carregamentos de Nm40 e inferiores de forma a satisfazer os consumidores domésticos com estes produtos. As exportações para países com quota não estavam sujeitas a limitações. De acordo com o jornal indiano, Bussiness Line, a medida não terá um impacto eficaz nas exportações de fio de algodão, já que os carregamentos nunca chegaram a atingir esta limitação imposta pelas autoridades, nos anos anteriores. De acordo com algumas associações industriais, a decisão é um claro facto de que Nova Deli irá continuar a remover os obstáculos nas negociações têxteis e poderá até desregular todo o sector. As exportações indianas de fio de algodão diminuíram significativamente o ano passado. Os carregamentos caíram cerca de 15.68% no período de Janeiro-Novembro, para 1.3 mil milhões de euros. Chegaram a cair 26.33% em Novembro de 2001 em relação ao mesmo mês em 2000, de acordo com estatísticas lançadas pelo instituto indiano, Cotton Textiles Export Promotion Council (TEXPROCIL). As exportações para países sem quota desceram 16.66% para 1124 milhões de euros. Os carregamentos para os países com quota caíram 8.87% para 176 milhões de euros.