Início Arquivo

Negócio de luxo

A marca suíça de sapatos Bally vai ser vendida ao grupo de artigos de luxo Labelux numa jogada que marca o fim do investimento de nove anos da empresa americana Texas Pacific Group Capital (TPG). O grupo Labelux é detido pela empresa austríaca Joh A Benckiser SE, que é também proprietÁrio da empresa de perfume Coty Inc. A TPG transformou a Bally. Desde que a adquiriu em 1999, o negócio, que registava prejuízos na ordem dos 62 milhões de euros, foi transformado numa marca global com mais de 750 pontos de venda e um volume de negócios anual de cerca de 310 milhões de euros. Os sapatos são o principal negócio, representando 50% do volume de negócio, seguido das carteiras e acessórios com 40%, e do pronto-a-vestir, com 10%. Nos últimos anos a Bally conseguiu uma espectacular reviravolta e beneficiou de um melhoramento significativo na performance e uma expansão da sua base de consumidores», revelou o CEO da Bally, Marco Franchini. A Labelux diz que pretende manter a equipa de gestão da Bally e centrar-se na continuação da consolidação estratégica e crescimento. Berndt Hauptkorn, CEO da Labelux, acrescentou que a Bally é uma marca com uma herança fabulosa e ricos arquivos, e agora bem posicionada para a próxima fase de crescimento. Franchini passou os últimos anos a reestruturar o negócio e a juntar uma excelente equipa. Em conjunto, vamos agora centrar-nos em aumentar ainda mais o reconhecimento da marca em todo o mundo». Os termos do negócio não foram revelados, mas deve estar concluído até ao Verão.