Início Arquivo

Net-a-Porter dá milhões

A Richemont, proprietária de marcas de luxo como a Montblanc, Cartier e Dunhill, está já a retirar dividendos da sua incursão no comércio electrónico. A empresa encerrou os seis primeiros meses de exercício fiscal com um crescimento de 37%, sobretudo devido à aquisição no passado mês de Junho do grupo de distribuição de moda on-line Net-a-Porter. As vendas da empresa situaram-se, até ao mês de Setembro, nos 3.259 milhões de euros, face aos 2379 milhões de euros registados em igual período do ano transacto. Sem ter em conta o impacto da aquisição da Net-a-Porter, os aumentos situaram-se nos 22%, segundo comunicado da Richemont. O lucro da empresa registou também um comportamento positivo, tendo aumentado cerca de 87% durante os seis primeiros meses do ano. De igual forma, o conglomerado suíço de artigos de luxo arrecadou 644 milhões de euros, enquanto no primeiro semestre do exercício anterior tinha ficado pelos 344 milhões. A Richemont conseguiu elevar as suas vendas em todos os mercados em que está presente. Na Europa, as vendas cresceram cerca de 27%, para os 1.260 milhões de euros, enquanto a América foi o mercado onde conseguiu obter valores mais elevados, com uma subida de 51%. Na Ásia e no Japão, o aumento registado pela empresa foi de 50% e de 23%, respectivamente.