Início Arquivo

Nigéria enfrenta colapso da ITV

A indústria têxtil e de vestuÁrio na Nigéria estÁ a atravessar uma fase de grandes dificuldades, com diversas empresas a encerrarem a sua actividade. Esta é uma situação que se repete em diversos países da África a Sul do Saara, e que estÁ a deteriorar a capacidade de desenvolvimento da região. O recente encerramento da United Nigeria Textile Limited (UNTL), localizada em Kaduna, que foi criada em 1965, marca o colapso final da outrora florescente indústria têxtil deste país, sector que era a maior fonte de emprego após a função pública. Com o seu encerramento, mais de 4.000 postos de trabalho foram eliminados. O fim da UNTL é mais um dos inúmeros que se têm vindo a registar por todo o país ao longo dos últimos anos. Entre os factores que contribuíram para este descalabro do sector, inclui-se o contrabando que inundou o país com importações têxteis mais baratas, em grande parte provenientes da China. A incapacidade das autoridades aduaneiras em combater eficazmente o contrabando resultou na perda de competitividade da indústria nigeriana face aos têxteis chineses que entram no país de forma ilegal. As estimativas apontam para que a Nigéria esteja a perder mais de mil milhões de dólares de receitas anuais devido às importações ilegais de têxteis, evasão de taxas alfandegÁrias e outros impostos. Para além do contrabando, foi ainda apontado como promotor da crise do sector o excesso de permeabilidade do país às importações, resultado de uma subscrição da Organização Mundial do Comércio pouco restritiva e o elevado preço do petróleo e de outros meios de produção, o que veio aumentar os custos e tornar, por consequência, os produtos menos competitivos. Entre as medidas propostas para alterar o panorama actual encontram-se a aceleração da cultura massiva de algodão; a melhoria da actuação dos serviços alfandegÁrios do país, no combate ao contrabando; e o controlo do volume de importações do país, de forma a proteger a indústria têxtil interna, fundamentalmente a mais débil.