Início Arquivo

Nordstrom instala-se em NY

A Nordstrom Inc vai abrir os seus primeiros grandes armazéns em Nova Iorque em 2018, pondo fim a 25 anos de procura por um lugar no principal palco mundial da moda de luxo. «Demorou muito tempo, já que a Nordstrom há muitos anos que pensa numa localização em Nova Iorque», revelou Erik Nordstrom, presidente de merchandising. «Não podíamos estar mais satisfeitos com a oportunidade de fazer parte deste fantástico projeto de desenvolvimento e sentimos que a localização funciona extremamente bem para nós», acrescentou. Os primeiros grandes armazéns da Nordstrom na Big Apple terão cerca de 26.500 m2 e ocuparão sete andares na base daquele que se tornará o maior edifício residencial de Manhattan, a ser construído na 57th Street, perto da 7th Avenue. Esta loja faz parte de um negócio com a Extell Development Co, segundo anunciou a cadeia de gama alta. Este ponto de venda em Nova Iorque proporcionará à Nordstrom a exposição a milhões de turistas que inundam Manhattan e aumentaram o negócio de rivais como a Saks Fifth Avenue, Macy’s, Bloomingdale’s, Bergdorf Goodman e Tiffany & Co. «É nosso desejo tornar esta a melhor loja Nordstrom que existe porque precisamos de fazer isso para sermos capazes de concorrer neste palco», afirmou Pete Nordstrom. A Nordstrom de Manhattan será uma das maiores da cadeia, cujos grandes armazéns têm em média cerca de 16.500 m2. Estará também localizada a menos de um quilómetro do cluster de lojas de luxo das Fifth e Madison Avenues. O anúncio surge numa altura em que muitos dos seus rivais estão a gastar milhões nas suas lojas em Nova Iorque para atrair os turistas. A Macy’s começou uma transformação de 400 milhões de dólares (312,5 milhões de euros), que irá durar vários anos, na sua loja em Herald Square, enquanto a Saks está a relançar a sua secção de calçado no oitavo andar. Segundo o Mayor de Nova Iorque, Michael Bloomberg, as vendas a retalho na cidade de Nova Iorque deverão atingir os 52 mil milhões de dólares, duplicando o nível de há 10 anos, graças em grande parte a um aumento do turismo. «Vai posicionar a Nordstrom como uma marca mundial», acredita Milton Pedraza, diretor-executivo do Luxury Institute. A Nordstrom será proprietária do espaço da loja de Manhattan, que deverá criar cerca de 1.000 postos de trabalho. Em 2010, a Nordstrom abriu uma popular loja outlet Rack na Union Square, em Nova Iorque. Os executivos da empresa revelaram que não excluem a hipótese de abrir uns segundos grandes armazéns em Manhattan no futuro. A Nordstrom, que opera 117 grandes armazéns e 114 lojas outlet Rack, registou um aumento de 2,9% no lucro do primeiro trimestre, para os 149 milhões de dólares, ajudado por um forte crescimento no canal direto ao consumidor, e um crescimento de dois dígitos no volume de negócios.