Início Notícias Gerais

Nova linha de crédito para micro e pequenas empresas

O anúncio foi feito pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, na Assembleia da República. Nova linha de mil milhões de euros deve ser lançada na semana de 20 de julho.

Pedro Siza Vieira

O Executivo liderado por António Costa vai avançar com uma nova linha de crédito, com garantia de Estado, com uma dotação de mil milhões de euros. A nova linha foi anunciada esta manhã pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, na Assembleia da República e destina-se a micro e pequenas empresas.

«Já na semana de 20 de julho, vamos abrir uma nova linha de crédito dirigida ao conjunto das atividades económicas, com foco nas micro e pequenas empresas com, pelo menos, mil milhões de euros», sublinhou ministro da Economia, citado pelo Jornal de Negócios.

A exemplo, do que sucedeu com as anteriores linhas de crédito, serão os bancos a fazer a contratação destes créditos. Pedro Siza Vieira referiu, no entanto, que quer o Governo, quer a banca vão rever as últimas experiências de modo a agilizar o processo para que o dinheiro chegue o mais rapidamente às empresas.

Este anúncio surge depois de o Governo ter afirmado que iria reforçar as linhas de crédito com garantia de Estado de 6,2 mil milhões de euros para os 13 mil milhões de euros, valor máximo aprovado por Bruxelas. Um reforço que, contudo, ainda não aconteceu, pese embora as linhas em vigor estarem esgotadas há semanas.

O Governo comprometeu-se também a reforçar a linha de microcrédito dirigida a microempresas do sector do turismo, dos atuais 60 milhões para 100 milhões de euros. Outra das novidades desta linha é que vai passar a contar com uma componente a fundo perdido.

«Haverá a possibilidade de se conceder 20% do crédito a fundo perdido, se forem atingidos objetivos de manutenção de emprego, quer para empresas que já beneficiaram desta linha, quer para as que vão beneficiar pela primeira vez», adiantou o ministro da Economia.