Início Notícias Moda

Nova passerelle para o PF

Daniela Barros, Hugo Costa e Susana Bettencourt estreiam-se hoje na Berlin Fashion Week. Uma nova paragem no roteiro de internacionalização da moda de autor traçado pelo Portugal Fashion (PF), que no primeiro semestre de 2015 passou já por Madrid, Londres e Paris.

Esta é a primeira vez que o Portugal Fashion organiza desfiles na Alemanha e resulta, segundo o comunicado, «de um convite endereçado pela organização da iniciativa à organização do Portugal Fashion, na sequência dos contactos efetuados em Portugal, em março. Um desafio que acabou por ser endereçado aos jovens criadores cujas estratégias de internacionalização têm passado pelo mercado alemão».

O primeiro a subir à passerelle será Hugo Costa, às 19h30, que irá apresentar a sua coleção para a primavera-verão 2016. «O conceito desta coleção partiu da reflexão sobre os rituais tribais, tendo por base o fundamental, o indivíduo», revela o designer. «A sujeição ao ritual passa pela clara necessidade de aceitação do indivíduo pelo coletivo, destacando a individualidade e autenticidade do ser singular.

Rituais como as cicatrizes de Sepik reportam-nos às texturas de certos tecidos. As pinturas primárias e manuais, e por isso autênticas, são responsáveis pelas abordagens gráficas da coleção», explica. Daniela Barros, por seu lado, irá voltar a apresentar a coleção para o outono-inverno 2015/2016, batizada “NKA_002”, num desfile agendado para as 21h.

A coleção, que foi já apresentada em fevereiro em Londres e em março na edição nacional do Portugal Fashion, mistura materiais tecnológicos com pele de peixe para criar silhuetas desestruturadas e oversized. O último desfile em Berlim irá revelar a nova coleção de Susana Bettencourt para a estação quente do próximo ano. “Ways of Seeing” inspira-se nas técnicas artesanais de Judith Watson e no interior do olho humano. As malhas, produzidas pela própria Susana Bettencourt, voltam a estar em destaque nesta nova fase do trabalho criativo da designer, que pretende «experimentar e expressar livremente as suas competências, intercetando a linha ténue que existe entre a tecnologia e as técnicas artesanais».

A ação em Berlim, contudo, não se fica pelos desfiles, com os três designers a integrarem igualmente um showroom a 7 e 8 de julho. «Com esta dupla investida, o projeto da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários reforça os contactos que tem vindo a impulsionar no cada vez mais dinâmico mercado de moda alemão», aponta o comunicado. «Será o primeiro desfile produzido na Alemanha, ainda que haja já um histórico de aproximação ao país de cariz biunívoco: por um lado, o Portugal Fashion tem acolhido nos seus certames compradores, imprensa e representantes institucionais oriundos do mercado alemão; por outro, e em articulação com projetos complementares assegurados pela ANJE (de cariz mais comercial), tem possibilitado o contacto dos criadores portugueses com os players locais, por via de certames profissionais de referência realizados em Berlim», conclui a Anje.