Início Arquivo

Nova vida na City

O próximo fim-de-semana é inteiramente dedicado à lingerie e moda balnear, com a realização da Mode City em Paris. A capital francesa recebe pela primeira vez o certame e a estreia promete levar animação, expositores e muitos compradores aos corredores da Expo de Paris na Porta de Versailles. A oferta variada – 800 marcas de 37 países – são motivo mais do que suficiente para atrair os cerca de 22.000 visitantes aguardados pela Eurovet, a entidade responsÁvel pela organização da feira. Portugal é jÁ uma presença obrigatória e, apesar da mudança no local do certame – que anteriormente estava “sedeado” em Lyon –, as empresas portuguesas não querem perder o contacto com os actuais e potenciais clientes internacionais, provenientes um pouco de todo o mundo. Assim, marcarão presença na feira as marcas Iora Lingerie, Katty Xiomara íntimo e FÁbrica Jacinto – que se deslocam a Paris com o apoio da Selectiva Moda –, a Impetus e a Esbelt. “Novo local, nova vida” parece ser o lema do certame, que aproveita esta “re-estreia” para agrupar a sua oferta em apenas quatro segmentos – Young Fashion, com a oferta em beachwear, lingerie, segmento masculino, surf, acessórios e prêt-à-porter de praia; Designer Labels & Creation, para marcas e jovens criadores; Cocooning, dedicado ao loungewear e yoga, dança e fitness; e The Essentials, que agrupa a oferta em corseterie e fatos de banho e biquínis – e para reforçar os eventos paralelos, como fóruns, desfiles, conferências e apresentação de tendências. InseparÁvel da Mode City, 6, 7 e 8 de Setembro são também os dias dedicados à Interfilière, que agrega a oferta de tecidos e acessórios de lingerie. Nesta edição, as portuguesas Fernando Valente, Gulbena, JPC ElÁsticos, Edor e Rendibor juntam-se, igualmente com o apoio da Selectiva Moda, aos cerca de 300 expositores internacionais presentes no certame. As expectativas para esta estreia na “cidade-luz” são elevadas e levou jÁ ao regresso de algumas marcas “pródigas”, como Simone Pérèle e Barbara que tinham abandonado o certame pela localização anterior, em Lyon, considerada por alguns um pouco periférica. Agora, o objectivo da organização é apenas um: deixar todos “KO” com este “1st round in Paris”.