Início Notícias Têxtil

Números da Texworld aproximam-se do pré-pandemia

As inscrições para a edição de fevereiro da Texworld Evolution Paris, que terá lugar de 6 a 8 de fevereiro no parque de exposições Paris-Le Bourget, estão a decorrer a bom ritmo, com a organização a antecipar a presença de 750 empresas de têxteis, acessórios e vestuário.

Texworld Evolution Paris - julho 2022

No total, refere a Messe Frankfurt France, que organiza o certame, as inscrições na Texworld Evolution Paris, que engloba a feira de tecidos Texworld e a feira de sourcing de vestuário Apparel Sourcing, atingiram 70% do nível da edição homóloga de 2019, antes da pandemia, incluindo o regresso físico dos expositores chineses. Estarão presentes produtores de cerca de 20 países, incluindo de Portugal, com a presença da 6Dias Têxteis.

6Dias Têxteis – Patrícia Dias (Texworld Evolution Paris – julho 2022)

Na Texworld Paris, que junta produtores de malhas, de tecidos e acessórios têxteis, deverão comparecer 450 expositores de 14 países, incluindo cerca de 250 empresas chinesas, mas também mais de 50 empresas indianas. «Há muito afastadas por causa da crise do covid, a sua participação nesta edição é comparável à registada na edição de 2019», afirma, em comunicado, a Messe Frankfurt France, que é atualmente presidida por Frédéric Bougeard.

A presença turca também será expandida, com quase 110 empresas, 88 das quais agrupadas num pavilhão nacional apoiado pela Câmara de Comércio de Istambul. Da Ásia estarão ainda presentes 50 expositores da Coreia do Sul e 15 empresas de Taiwan.

Frédéric Bougeard, presidente da Messe Frankfurt France (Texworld Evolution Paris – julho 2022)

De igual forma, a Apparel Sourcing Paris está a recuperar expositores asiáticos, com cerca de 200 empresas provenientes da China, que terão a companhia de expositores da Índia, Paquistão, Bangladesh, Hong Kong, Turquia, Taiwan, Sri Lanka e Mongólia.

A feira terá ainda uma área dedicada ao denim, batizada Denim Village, com 25 expositores internacionais e um fórum de tendências. Esta área ficará localizada na chamada Red Thread, uma linha orientadora que irá passar pelas principais áreas da feira: a área Elite, os grandes pavilhões nacionais, os fóruns de tendências e a Agora, onde decorrerão as atividades paralelas e as conferências.

Uma das conferências, que pretende ser aberta à plateia, está agendada para 7 de fevereiro e terá como mote “tornar o negócio da moda sustentável sem comprometer a sustentabilidade”.