Início Notícias Têxtil

Nuvem portuguesa em Paris

Sob o novo mote “Cloud of Fashion”, a Première Vision Paris reúne quase 2.000 expositores em Paris, numa oferta onde as propostas “made in Portugal” prometem brilhar. No total, Portugal estará representado por 59 expositores, entre os quais se destacam várias estreias na área dos fios, dos tecidos e na confeção.

A feira parisiense anunciou já um aumento de 3,3% no número de expositores que estarão presentes nesta edição, que se realiza de 19 a 21 de setembro. No centro de exposições de Villepinte estarão 1961 expositores provenientes de todo o mundo, divididos pelos salões Première Vision Yarns (fios), Première Vision Fabrics (tecidos), Première Vision Leather (couro), Première Vision Design (design têxtil), Première Vision Accessories (acessórios) e Première Vision Manufacturing.

Portugal tem uma presença reforçada nesta edição, com quase 60 expositores a fazerem as malas para Paris para mostrarem as novas coleções.

No espaço dedicado aos fios, estarão seis expositores lusos, entre os quais se destaca a estreia de três: JF Almeida, Lipaco e SMBM. Na JF Almeida, a marca Papilio, com fios space dyed, será o principal foco das propostas da empresa, enquanto a SMBM (ver SMBM derruba fronteiras) irá apostar em fios fantasia e alguns fios técnicos e a Lipaco, que tem vindo a aumentar a sua capacidade (ver Lipaco duplica capacidade), irá destacar a sua oferta de fios texturizados.

Tecidos para todos os gostos

Na área dos tecidos é a Familitex que estará em estreia com malhas que fundem técnica e estética, mas há muitas novidades entre os 31 expositores lusos presentes. A Adalberto Estampados vai aproveitar a feira parisiense para revelar a nova face. «Estamos a redesenhar toda a imagem corporativa da organização, porque empreendemos algumas mudanças bastante profundas na estratégia do nosso negócio. O próprio stand vai também sofrer alterações», revela, ao Portugal Têxtil, o diretor comercial da empresa, Paulo Renato Ferreira.

Também a Tintex – uma das 27 empresas em Paris que conta com o apoio da Associação Selectiva Moda – está a mudar a sua forma de comunicar. «Vamos aparecer com uma imagem e uma comunicação impactantes. Vamos ter um stand maior, publicidade a sério e vamos promover a imagem Tintex Portugal», explica o administrador Mário Jorge Silva ao Portugal Têxtil. A isso, a Tintex junta uma coleção de malhas que inclui os clássicos e malhas mais moda, traduzidas em «jogos finos, malhas leves mas compactas ao mesmo tempo, menos transparentes, mais estáveis e novos acabamentos, que estão em processo de registo de marca», acrescenta.

Na Fitecom, o outono-inverno 2018/2019 faz-se, como não podia deixar de ser, de artigos à base de lã, mas «com uma redução na composição e nos peso», afirma o diretor de exportação Nuno Neves, enquanto na Têxtil de Serzedelo, as flanelas dividem o protagonismo. «Temos duas propostas para inverno: as flanelas lavadas com efeito vintage e os tecidos com fios irregulares que permitem diferenciar um tecido básico», explica José António Ferreira, gestor de mercados externos da empresa, ao Portugal Têxtil.

«As expectativas são sempre grandes, porque a Première Vision é a feira de todas as feiras. Para nós é a feira mais importante. É uma feira global, onde contactamos e recebemos visitas de clientes de todo o mundo. É onde podemos ter uma maior abrangência e uma ideia mais concreta de qual é a aceitação da coleção para os diferentes mercados», assegura Sérgio Penetra, diretor comercial da Vilarinho, que para a estação fria do próximo ano propõe flanelas, vaielas e artigos mais pesados para fazer face às baixas temperaturas.

Uma oferta completa

Portugal está ainda representado na Première Vision Leather, com quatro expositores, na Première Vision Accessories, através da Idepa (ver Idepa impulsiona área técnica), na Knitwear Solutions, uma área especial dedicada aos especialistas em vestuário em malha, onde estarão a A. Ferreira & Filhos, a Orfama, a Elmate e a Malhas Carjor, e ainda na Première Vision Manufacturing, com 13 expositores (ver Confeção em destaque na Première Vision), quatro das quais com o apoio do projeto ModaPortugal, promovido pelo CENIT – Centro de Inteligência Têxtil.

No primeiro dia da feira, serão ainda conhecidos os vencedores dos PV Awards, cujo júri é presidido por John Malkovich (ver O próximo presidente dos PV Awards é…).