Início Notícias Marcas

O algodão de alta performance da Ralph Lauren

A marca está a lançar o polo RLX Clarus, que usa uma malha de algodão que se assume como a primeira do mundo com propriedades de elevado desempenho, como secagem rápida e gestão de humidade. A estreia acontece no Open de Ténis da Austrália, que decorre até 30 de janeiro.

[©Ralph Lauren]

O polo RLX Clarus utiliza uma plataforma patenteada pioneira no mercado para transformar algodão virgem e reciclado de maneiras nunca antes possíveis, garante a marca norte-americana. A tecnologia, desenvolvida pela Natural Fiber Welding, uma start-up voltada para os materiais sustentáveis, cria fibras de algodão com características de alta performance, como secagem rápida e gestão de humidade, mantendo o conforto e a respirabilidade do algodão. O têxtil resultante tem um desempenho semelhante ao dos produzidos com fibras sintéticas, como poliéster e poliamida, que usam combustíveis fósseis à base de petróleo para conseguirem essas vantagens de desempenho.

«A Ralph Lauren é conhecida pela intemporalidade – e ser intemporal há mais de 50 anos significa, ao mesmo tempo, apoiar-nos na nossa herança e promover inovação pioneira. Com a introdução do polo RLX Clarus estamos a usar o nosso produto mais icónico como uma tela para lançar uma tecnologia têxtil escalável e revolucionária – um produto de vestuário de alta performance criado, pela primeira vez, com fibras naturais. Estamos orgulhosos por usar o legado e estilo autêntico da marca para reinventar o futuro», afirma David Lauren, diretor de branding e inovação.

Já Luke Haverhals, CEO da Natural Fiber Welding, revela que «estamos entusiasmados por continuar a nossa parceria com a Ralph Lauren. Através desta colaboração, estamos a abrir caminho para a circularidade completa com materiais com desempenho semelhante aos tecidos sintéticos à base de plástico. Somos pioneiros num sistema completamente novo que permite, simultaneamente, tecidos de performance totalmente naturais, reduzir o desperdício e eliminar a necessidade de plásticos sintéticos».

Mais um passo na sustentabilidade

O novo polo fará a sua estreia exclusiva no Open de Ténis da Austrália, antes de ser lançado em termos mundiais, estando previstos modelos e cores adicionais, bem como vestuário de senhora, que deverão chegar ao mercado nas próximas semanas.

[©Natural Fiber Welding]
Durante o Open da Austrália, a Ralph Lauren terá uma clínica de exibição de ténis com o lendário tenista Sam Groth e com o futebolista australiano, e fã de ténis, Josh Cavallo. Ambos usarão a o novo polo durante a exibição, com o objetivo de demonstrar as suas qualidades no pico do calor do verão australiano.

A Ralph Lauren sublinha ainda, em comunicado, que está empenhada em investir em infraestruturas e tecnologias para desenvolver e escalar uma economia circular no vestuário. Em agosto de 2020, a Ralph Lauren anunciou um investimento minoritário na Natural Fiber Welding para ajudar a escalar o seu processo patenteado e desenvolver vestuário de performance inédito feito com materiais naturais e sustentáveis. Através desse investimento, a Ralph Lauren quer expandir a utilização de algodão reciclado, tendo como meta aprovisionar, de forma sustentável, 100% das suas principais matérias-primas, incluindo algodão, até 2025 e integrar os princípios de desperdício no negócio. Com o tempo, acredita, a parceria com a Natural Fiber Welding permitirá à Ralph Lauren substituir e reduzir a sua dependência de sintéticos não biodegradáveis, como poliéster e poliamida.

[©Ralph Lauren]