Início Arquivo

O brilho do Oscar

«Olho em volta e não vejo nenhuma mudança», afirmou o estilista Valentino, aquando da entrega dos mais conceituados prémios americanos dedicados à sétima arte, provando assim, segundo as suas próprias palavras que, «apesar da recessão, as estrelas não deixaram de esbanjar no luxo pelo qual Hollywood é reconhecido e que o torna especial». No entanto, especialistas em moda classificaram a noite de 22 de Fevereiro como um retorno ao estilo simples mas sofisticado de Hollywood, no qual actrizes como Kate Winslet, que ganhou o Oscar de melhor Actriz Principal, ou Freida Pinto, a actriz indiana com origens portuguesas de "Quem Quer Ser Bilionário?", optaram por visuais claramente clássicos. Deste modo, Kate Winslet escolheu um visual retro, da cabeça aos pés, onde destacava o vestido de seda assimétrico assinado pela casa Yves Saint Laurent, em tons azul e preto e com um só ombro; enquanto que Freida Pinto optou por um modelo da John Galliano em azul-cobalto. Mas a maioria das actrizes optou pela escolha do branco para brilhar naquela que é considerada como a noite de todas as estrelas. Pénelope Cruz, por exemplo, que ganhou o prémio de Melhor Actriz Secundária, pela sua interpretação em “Vicky Cristina Barcelona” ou Taraji P. Henson, actriz de “O Curioso Caso de Benjamin Button”, optaram por vestidos brancos com bastante volume – um modelo incrustado de pedras preciosas com mais de 60 anos de Pierre Balmain, complementado com jóias de diamantes Chopard avaliadas em quase três milhões de dólares para a primeira e um modelo Roberto Cavalli para a segunda. Também Anne Hathway escolheu um vestido branco, mas com lantejoulas, assinado por Armani, que uma especialista em moda denominou de «o puro glamour de Hollywood». A lista da "People" que destaca as mais bem-vestidas da noite dos óscars aponta ainda com sucesso a escolha do vestido preto de Elie Saab e os brincos de esmeraldas, usados por Angelina Jolie e o Rodarte de Natalie Portman. Relativamente às piores escolhas da noite, a revista “ABC” salientou que a cantora Beyoncé Knowles «parecia envolvida em papel de presente» com o seu vestido de flores douradas; enquanto o vestido "de princesa" de Sarah Jessica Parker assinado Dior foi, segundo a revista, uma «escolha pobre». Outros deslizes parecem ter ficado a cargo da modelo Heidi Klum, que usou um vestido vermelho vivo de Roland Mouret, com estilo futurista. Para Michael O’Conner, especialista de moda, Meryl Streep, nomeada para o prémio de Melhor Actriz, também não fez uma escolha acertada, com o seu vestido cinzento de Alberta Ferretti. «Não tem o formato certo para ela», afirmou. A revista masculina "Esquire" destacou os actores que, na sua opinião, marcaram tendências e espalharam charme durante a cerimónia. O apresentador Hugh Jackman liderou a lista da publicação, seguido por Mickey Rourke, Sean Penn, Brad Pitt e de Dev Patel, protagonista de "Quem Quer Ser Bilionário?". Os colares também foram uma tendência no tapete vermelho. As nomeadas para Melhor Actriz Secundária Taraji P. Henson e Amy Adams de "A Dúvida" chamaram a atenção com as criações de Fred Leighton. «Graças a Deus que o colar está de volta a Hollywood!», concluiu o especialista de moda Michael O’Conner.