Início Arquivo

O Mundo como casa

A Borfil, empresa de têxteis-lar especialista em bordados, lançou, há cerca de um ano, com toda a pompa e circunstância, a sua nova marca Diletto. Este nicho de mercado engloba produtos topo de gama, pensados e explorados até ao mais ínfimo pormenor, não apenas em termos de matérias primas – algodão e bambu, entre outros – como em termos de tecnologias – a mais recente inclui produtos anti-stress e resistentes às bactérias. «É nosso objectivo apresentar aos clientes conceitos completos. Cada um deles integra um leque variado de produtos que vão dos lençóis às capas de edredão passando também pelas mantas de qualidades diversas, tolhas de banho, carpetes personalizadas, uma linha de cosmética com fragrâncias inovadoras e outros acessórios», afirmou Américo Carneiro, gestor de produto da Diletto Casa. A nova estratégia empresarial da marca, que se solidificou com a abertura da primeira loja "Diletto Casa", no Avis-Porto, visa consolidar a empresa no segmento de produtos de qualidade e com valor acrescentado. Uma oportunidade para fazer com que a Diletto rivalize em qualidade e preço com os afamados produtos italianos de marca. «Assumindo um posicionamento estratégico no segmento alto do mercado do lar, a Diletto Casa opta assim claramente por uma estratégia de "desnatação" pura e simples. Apesar da excelente relação qualidade/preço, trata-se ainda assim de um produto selectivo pelo preço. Porém, a generalidade dos países possuem um nicho de mercado com poder de compra capaz de os tornar por essa via potenciais clientes. Um outro indicador que suporta a nossa estratégia é o crescimento contínuo e acentuado dos bens de luxo», salientou Américo Carneiro. A marca, que se pretende expandir a nível mundial, tem em vista uma estratégia que passa por cinco pilares, que estão neste momento a ser trabalhados simultaneamente. «O primeiro pilar respeita aos 5 círculos de distribuição que permitirão tornar o produto acessível em qualquer lado em tempo útil – serviço é chave. O segundo pilar, passa por assegurar a presença da marca nas melhores cadeias de lojas mundiais. Em terceiro lugar, a Diletto Casa elegeu o modelo de franchising como uma forma privilegiada de chegar personalizadamente ao consumidor final», sublinhou o gestor de produto da marca. A abordagem directa do retalho através de lojas próprias é também uma prioridade, sobretudo em território nacional. Após a abertura da loja no Porto, a Diletto tem em vista expandir a sua rede de lojas próprias pelo menos ao centro e ao sul do país, sendo também de prever a abertura de um site com vendas on-line. «O site está já disponibilizado, mas a parte relativa às vendas está a ser ultimada e entrará em funcionamento assim que houver condições, sobretudo ao nível de logística», revelou Américo Carneiro. Estreia na DreamlandO lançamento da Diletto Casa representou um investimento de cerca de 800 mil Euros, que contou com o apoio do IAPMEI. O esforço da marca passa agora por apostar cada vez mais na presença assídua nos mais emblemáticos palcos internacionais. Depois de ter assegurado, em 2006, a sua presença em alguns dos mais prestigiados certames em São Paulo (Gift 2006), Milão (Macef 2006), Blumenau (Texfair 2006), Valência (Feria de Franquícias), Dubai (Index 2006) e Cannes (Mapic 2006), 2007 inicia-se com a participação na maior feira do sector (Heimtextil Frankfurt -Alemanha) e logo na Dreamland. «As reacções recebidas até ao momento fazem com que as expectativas relativamente à nossa participação neste certame sejam realisticamente elevadas. Esperamos conseguir atrair ao nosso stand um púbico variado, abarcando compradores das grandes cadeias de lojas, compradores de lojas multi-marca de gama alta, potenciais masters e/ou franchisings para diversos mercados e ainda distribuidores que complementem a nossa rede de distribuição já lançada na Europa, em curso no Brasil e ainda em estudo nos EUA, UAE e China», concluiu Américo Carneiro.