Início Notícias Moda

O ouro da ModaLisboa

À 50.ª edição, a ModaLisboa é a anfitriã de uma festa cuja lista de convidados destaca nomes emergentes – no concurso Sangue Novo e na plataforma LAB – e consagrados da fileira moda nacional, garantindo ainda o lugar cativo do público, com os tradicionais eventos de entrada livre – Fast Talks, Wonder Room e Workstation.

«O objetivo não é viver para sempre. Mas criar algo que viva para sempre», é assim que a ModaLisboa levanta o véu à edição comemorativa. «É esse o papel da moda e da ModaLisboa, de sintetizar em arte o tempo em que vivemos, criando mais arte, mais moda e até mais tempo», anuncia em comunicado.

De regresso ao Pavilhão Carlos Lopes, no Parque Eduardo VII, a passerelle da ModaLisboa N.º 50 desvenda as coleções dedicadas ao outono-inverno 2018/2019, já os eventos paralelos convidam os visitantes a questionar, comprar e contemplar.

A moda nos media

Antes da abertura do calendário de desfiles, a conferência Fast Talks, na Estufa Fria (também no Parque Eduardo VII), convoca a escritora parisiense Haydée Touitou, a fashion stylist americana Olive Duran, o escritor e curador britânico Paul Gorman e a apresentadora e influenciadora portuguesa Raquel Strada para um debate sobre os desafios que se colocam à comunicação de moda contemporânea.

O grupo de profissionais é assim convidado a discutir um dos temas mais sensíveis da atualidade: o papel dos media na indústria da moda, num evento de entrada livre no dia 8 de março, pelas 18 horas.

Encontro de gerações

Entretanto, na tarde de sexta-feira, as atenções voltam-se para o talento emergente, com mais uma edição do concurso Sangue Novo, que corta a fita à passerelle do Pavilhão Carlos Lopes, às 18 horas. Os eleitos do concurso de jovens talentos da ModaLisboa são Federico Cina, Federico Protto, Filipe Augusto, Inês Nunes do Valle, Isidro Paiva, N’a Pas de Quoi, Opiar e Rita Sá.

O autor da coleção vencedora é eleito pelo júri constituído por Eduarda Abbondanza (presidente da ModaLisboa), Lidija Kolovrat (designer), Paulo Macedo (stylist), Miguel Flor (diretor criativo da revista Prinçipal) e Myra Postolache (fundadora da TSCOF Agency x New Talents) e recebe um prémio pecuniário no valor de 5.000 euros, um curso de verão na Domus Academy e a entrada direta na próxima edição do Sangue Novo, em outubro de 2018. No âmbito do intercâmbio da ModaLisboa com o FashionClash, um dos designers é também selecionado pela direção do festival de moda holandês para representar Portugal na próxima edição, a realizar em Maastricht, em junho de 2018. Os fundadores da concept store portuguesa The Feeting Room, Edgar Ferreira e Guilherme Oliveira, selecionam ainda a melhor coleção do Sangue Novo para ser vendida nas suas lojas, em Lisboa e no Porto.

A chave da passerelle das 50 edições passa depois para as mãos de Carolina Machado e Duarte, que apresentam as respetivas coleções dedicadas à próxima estação fria na plataforma LAB, com o designer Aleksandar Protic e a marca Morecco (LAB) a fecharem a primeira noite de desfiles.

Sábado, 10 de março, o evento arranca às 15h30, com Awaytomars (LAB) e, até ao encerramento do segundo dia com Nuno Gama, às 22h30, tomam a passerelle as coleções de Imauve + Gonçalo Peixoto (LAB), Patrick de Pádua (LAB), Valentim Quaresma, Ricardo Preto e Luís Carvalho.

Domingo fica guardado para os alinhamentos de Olga Noronha (LAB), David Ferreira (LAB), Filipe Faísca, Kolovrat, Ricardo Andrez e Dino Alves, que têm a responsabilidade de apagar a luz da ModaLisboa.

18 motivos para comprar português

Fora da passerelle, os eventos paralelos abertos ao público em geral voltam a disseminar a moda pela capital.

As 18 marcas selecionadas para o espaço Wonder Room oferecem desde joalharia e bijutaria ao streetwear, passando pelas artes e chapelaria. Antiflop, Cristina Real, Dandy Block, Daniela ponto final, Elementum, Elizabhats, Ementa SB, Envelope Lisboa, Flausinas, Fluo Bags, Insane in the rain, Joana Ribeiro Joalharia, Maison Jeanne, Maria Beirão Portugal, Näz, PJ’s the life of Juice, Tiago Loureiro e Vera Manzoni são as representadas.

A ModaLisboa volta ainda a dar destaque à fotografia de moda com o regresso da Workstation. A edição comemorativa convida os fotógrafos Ana Roque Di Pinho, Arlindo Camacho e Pedro da Silva, com o trabalho dos três profissionais exposto na área exterior do Pavilhão Carlos Lopes, nos dias 9, 10 e 11 de março.

No espaço exterior do Pavilhão Carlos Lopes é apresentada a exposição de calçado e acessórios Portuguese Shoes, fruto da parceria firmada entre a ModaLisboa e a Apiccaps – Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos. Carolina Machado, Kolovrat x Owl Flight, Luis Carvalho x Eureka, Nuno Gama x Eureka, Ricardo Preto e Valentim Quaresma x Fly London são os designers participantes. Ambitious, Antonio a Handmade Story, Exceed Shoe Thinkers, Eureka, Freakloset, Friendly Fire, Goro, Guava, Josefinas, Maria Maleta, Wolf and Son e Undandy representam as marcas.