Início Arquivo

Orcopom na Polónia e no Masculino

A Orcopom vai apresentar a sua primeira colecção para Homem no final deste mês e capitalizar a experiência que tem nos mercados do norte da Europa para se estrear este ano na Polónia. «Noventa por cento dos nossos clientes são estrangeiros, e sobretudo do Norte da Europa, incluindo todos os países da Escandinávia, embora também tenhamos clientes na Suiça e em França. Vamos este ano investir na Polónia, aproveitando o know-how com os mercados desta região oriental da Europa», relata Joaquim Araújo, administrador da Orcopom, ao Portugal Têxtil (PT). A experiência da empresa, como vantagem comparativa nesta região, é complementada não só pelos materiais que escolhe, especialmente vocacionados para as mais baixas temperaturas nestas paragens, mas sobretudo pelo design da responsabilidade da sua estilista norueguesa Kristi Ulset. A nova colecção também terá a sua chancela e poderá alterar a proporção dedicada em cada colecção ao segmento feminino e masculino, dependendo do seu sucesso este ano. Cerca de 15% do seu volume de facturação da Orcopom tem a sua própria etiqueta. Também próximo daquelas paragens está o mercado russo, para onde neste momento a empresa tem destacado um colaborador comercial orientado para São Petersburgo e Moscovo, depois de aqui ter participado na última CPM (Collection Première Moscow), na iniciativa de internacionalização da Anivec/Apiv. Mas não foi esta participação que lhe deu entrada no mercado russo pois, segundo o administrador, «o mercado russo tem determinadas particularidades que não são ultrapassadas numa feira como a CPM. Se a aposta for apenas na imagem, os objectivos poderão ser cumpridos, mas se os objectivos forem predominantemente comerciais, o tipo de clientes que lá encontrámos permite concluir que aquele mercado tem de ser muito trabalhado, sustentadamente, e com mais showrooms durante o ano. As duas edições da feira – uma por estação – não são suficientes». Assim, em 2006 a Orcopom vai estar na CIFF (Copenhaga/Dinamarca), que tenta concentrar os potenciais interessados no mercado da Escandinávia, assim como em feiras locais na Noruega, na Suécia e na Polónia. E como a Espanha também tem Inverno, também estará na SIMM, em Madrid. Para comprar, a empresa recorre ao mercado externo, sobretudo a Itália, Espanha e França onde adquire 80% das matérias-primas que utiliza. A Orcopom – Organização de Produção e Comércio de Têxteis foi criada em 1985 em Vila do Conde, dedica-se à produção e comercialização de vestuário para Homem e Senhora, e foi prémio de Excelência em 2000 e em 2001. Conta com 18 trabalhadores e apresentou três milhões de euros de volume de negócios em 2005, menos 5% do que o mesmo indicador no ano anterior.