Início Arquivo

Orgulho e conceito

Menos de dois meses após o Fado, a tradicional canção portuguesa, ter sido considerado Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, as empresas portuguesas na Heimtextil 2012 mostram, por seu lado, o “orgulho de ser português” através de colecções para cama, mesa e banho que reflectem a qualidade e o design desta indústria de têxteis-lar considerada uma das melhores da Europa, com exportações para mercados como Espanha, França, EUA, Reino Unido e Alemanha que ultrapassaram os 428 milhões de euros de Janeiro a Outubro de 2011. Na Lameirinho, o melhor de Portugal está patente nos quatro temas da colecção, onde pontuam a indústria, a arte do azulejo, a vertente ecológica da cortiça e ainda o vinho e o fado, com a empresa de Guimarães – a cidade Capital Europeia da Cultura em 2012 – a convidar os visitantes a conhecer as novas propostas para a casa no “seu” Largo da Oliveira. Para além do seu stand, os visitantes podem também redescobrir os produtos da Lameirinho no fórum de tendências The Portuguese Home Tex’Style, organizado pela Associação Selectiva Moda com o apoio do Qren, onde 30 empresas portuguesas anunciam as novas correntes em voga nos têxteis-lar: Urban-Chic, um conceito contemporâneo, simples e minimalista, com propostas de tecidos simples mas com acabamentos especiais para novos aspectos e toques; e Eco-Chic, um conceito que aposta na sustentabilidade e na ecologia através de texturas para aspectos irregulares e materiais com carácter vintage. A inovação é a nota comum a todos estes têxteis-lar “made in Portugal”. A A. Ferreira & Filhos, por exemplo, apresenta «mantas com qualidades diferentes do habitual, como lã/mohair/poliamida ou alpaca/merino/acrílico», realça Noël Ferreira, administrador da empresa, assim como «mantas com um fio de poliamida macio como nunca antes visto». Na Bordalima, especialista em bordados, o mote é «recolorir os clássicos, utilizando bordados e motivos tradicionais com um toque de modernidade conferido pela cor, nomeadamente os tons castanho e cinzento», desvenda Eugénio Rodrigues, administrador da empresa. Já na Empresa Industrial Sampedro, que exibe uma colecção pensada tanto para o mais confortável lar como para o mais sofisticado hotel, a «utilização, na roupa de cama, de fios com borbotos de cores e de fios com lurex» é uma das novidades, assim como «colchas com efeito stone wash, para um aspecto usado», conclui Margarida Machado, designer da empresa. A Heimtextil abre as portas hoje, dia 11, e durante quatro dias a Messe Frankfurt será a casa por excelência dos têxteis-lar (ver Heimtextil realça criatividade).