Início Notícias Tendências

Os amores e desamores da Geração Z

Nike, Amazon ou Vans são algumas das principais preferências dos adolescentes norte-americanos. Entre o tempo que passam nas redes sociais, do Snapchat ao Instagram, ou a ver vídeos online, na Netflix e no YouTube, os mais jovens continuam a preferir gastar dinheiro em artigos de moda e produtos alimentares.

Segundo o mais recente relatório da Piper Jaffray, que é realizado semestralmente, os gastos dos jovens da geração Z aumentaram apenas 1% esta primavera, face ao mesmo período do ano passado. No entanto, o crescimento chega aos 6% em relação ao inquérito efetuado no passado outono, atingindo os 2.600 dólares. O estudo, com base na opinião de 8 mil jovens norte-americanos, revela ainda que o calçado desportivo e as marcas de vestuário estão em alta.

Os inquiridos, provenientes de 47 estados dos EUA, com uma média de idade de 16 anos, compõem uma geração que contribui, anualmente, com cerca de 830 mil milhões de dólares (aproximadamente 740 mil milhões de euros) para as vendas a retalho.

«O nosso Spring Teen Survey valida diversas características desta geração de nativos digitais», afirma a analista sénior da Piper Jaffray, Erinn Murphy. «83% dos jovens têm um iPhone, 50% escolhem a Amazon como marketplace favorito e o consumo de videojogos atingiu níveis históricos», aponta.

Enquanto no mundo da moda a Vans e a Lululemon foram das marcas mais populares, no que toca ao sector da beleza, a Ulta foi a favorita, ultrapassando, pela primeira vez, a Sephora.

As marcas favoritas

A alimentação continua a ser a categoria na qual os adolescentes do género masculino mais gastam dinheiro (23%), enquanto o vestuário é o grande foco das jovens do género feminino (25%).

Michael Kors

Quanto às marcas favoritas, a popularidade da Vans está em ascensão. A icónica marca de ténis atingiu o seu valor mais alto de sempre no âmbito do inquérito, tendo sido escolhida como marca favorita de calçado por 20% dos jovens, o mais perto que alguma marca alguma vez esteve, nos últimos anos, da Nike. Contudo, a multinacional norte-americana continua a ocupar o lugar cimeiro (41%), a Vans ficou na segunda posição, a Adidas na terceira (13%), seguida da Converse (5%) e da Foot Lockder (3%). É de notar que o calçado está a conquistar uma maior quota de mercado entre o género feminino da geração Z.

A Nike também ocupa o primeiro lugar em matéria de vestuário, tendo recolhido 22% das preferências, um valor bastante superior ao da American Eagle (9%), que detém a segunda posição, seguida da Adidas e da Forever 21 (ambas com 5%) e a Hollister, com 3%. Refira-se que a marca de streetwear Supreme diminuiu em popularidade, tal como marcas como a Polo, Sperry, Vineyard Vines, enquanto a Off-White cresceu.

Em termos de acessórios de moda, como bolsas, a Michael Kors continua a liderar as escolhas dos adolescentes, com 28%, à frente da Kate Spade (14%), da Louis Vuitton e da Coach (ambas com 11%) e da Gucci (com 8%). Para o género feminino, os acessórios de moda perderam popularidade.

Os destinos de compras

Independentemente da marca, a Amazon é onde a maioria dos jovens prefere realizar as suas compras. A gigante online manteve a posição de topo, reunindo 50% das escolhas. Mais nenhuma plataforma de comércio eletrónico se aproxima dos valores da Amazon. A segunda posição é ocupada pela Nike, que foi escolhida por 5% dos jovens. O restante top 5 inclui a Urban Outfitters, a American Eagle e a Fashion Nova. A StockX também figura no top 10 para jovens do género masculino, em nono lugar.

A Amazon surge igualmente no top 5 da área da beleza, ainda que seja em quinto lugar, com 4% das escolhas dos mais jovens. O principal destino de compras para produtos de beleza é a Ultra, que reuniu 33% das preferências, colocando-se, pela primeira vez, à frente da Sephora (com 31%). A Walmart ocupa o terceiro lugar com 8% das escolhas e a Target em quarto com 6%. A Glossier aparece, pela primeira vez, no top 10. Assinale-se que 90% das adolescentes preferem comprar artigos de beleza nas lojas físicas, em vez do canal online. Quanto às marcas de cosmética preferidas dos adolescentes, a Tarte foi a favorita para 11% dos jovens, à frente da Too Faced, da MAC, Morphe e Maybelline. A Neutrogena é a marca mais popular no que toca aos tratamentos de pele.

Tecnologia, alimentação e celebridades

O iPhone continua a dominar o mundo da tecnologia e a posse de smartwatches aumentou, significativamente, para 27%. Recorde-se que a alimentação é a categoria favorita desta geração e a cadeia de fast-food Chick-fil-A é a eleita pelos mais jovens, à semelhança dos últimos três questionários, com 12% das preferências. A Starbucks surge de seguida, com 10%, a Chipotle com 8%, a Dunkin Donuts com 5% e o McDonald’s com 3%.

Ariana Grande

Passar tempo nas redes sociais é uma atividade importante para os nativos digitais, sendo a aplicação Snapchat a preferida (41%), enquanto o Instagram (35%) é considerado o mais usado, tendo o envolvimento com o Facebook estabilizado, empatando com o Twitter (ambas com 6%), e o Pinterest atingiu o 1%.

Estes consumidores também passam muito tempo a ver vídeos. A Netflix foi a plataforma favorita de 37% dos jovens, à frente do YouTube (32%), da Cable TV (14%) e da Hulu com 7%.

O inquérito também revela que os videojogos foram das categorias que conquistaram uma maior quota de mercado: 14% dos jovens masculinos, comparado com uma média anual de 11%.

Quanto as celeridades, Dwayne ‘The Rock’ Johnson ocupa o quinto lugar das preferências, atrás de Kevin Hart e LeBron James. Ariana Grande lidera a lista, seguida de Donald Trump. Dada a posição do presidente dos EUA na lista, não é surpresa que alguns jovens partilhem as suas obsessões. O inquérito mostra que 90% dos adolescentes admitem estar preocupados com causas políticas e sociais, com o controlo das fronteiras e as mudanças climáticas a liderarem a lista.