Início Notícias Marcas

Oui Kiki conquista a Península Ibérica

A marca de moda, distribuída em várias cidades portuguesas, encantou já os espanhóis. A intemporalidade e a originalidade são intrínsecas ao ADN da Oui Kiki, que oferece propostas adaptáveis a todas as mulheres.

[©Oui Kiki]

Criada em 2020, «a Oui Kiki é o resultado de muitas viagens por vários países, sentindo várias culturas, vários costumes, várias formas de estar», e nasceu «com o objetivo de cumprir e satisfazer as necessidades da mulher na hora de vestir», revela Laura Gonçalves, que acumula mais de 20 anos de experiência no mundo da moda.

Voltada para um publico alvo que vai dos 35 aos 60 anos, a Oui Kiki assume-se como uma marca casual chique, roupa com detalhe e pormenor, mas sobretudo muito confortável. «Adapta-se ao lifestyle da mulher e pretendemos que todas as mulheres se identifiquem e se sintam confortáveis com aquilo que vestem», explica ao Portugal Têxtil.

Todas as peças são totalmente produzidas em Portugal e, no processo de acabamento, a Oui Kiki não prescinde «da mão da costureira, renunciando ao conceito de produção em série», salienta a fundadora.

[©Oui Kiki]
[©Oui Kiki]
Com apenas um ano, a marca acaba de lançar a quarta coleção-cápsula, batizada Intemporal, que, tal como as anteriores, apresenta número limitado de peças, defendendo assim a produção sustentável.  «Esta cápsula pretende empoderar as mulheres tendo como objetivo apresentar peças intemporais que possam ser refletidas na mulher de hoje e na mulher de amanhã, privilegiando sempre o conforto. As peças foram criadas não por tendência, mas sim para serem adaptáveis a todos os tempos», descreve Laura Gonçalves.

À venda no canal online através do website e da plataforma Bou Market, a Oui Kiki está já a ser distribuída em lojas multimarca nas cidades do Porto, Póvoa de Varzim, Paços de Ferreira, Aveiro e Barreiro. A marca conta ainda com um ponto de venda em Espanha, na zona de Alicante, e prevê, em breve, chegar à Galiza. «Abrimos ainda recentemente o nosso showroom no Porto, onde nos podem visitar e por onde passa também um bocadinho do nosso processo de criação», adianta a fundadora.