Início Notícias Marcas

Ownever promove a arte da tecelagem

A marca de acessórios Ownever uniu-se ao tecelão Fernando Rei, que já executou trabalhos para o designer francês Christian Louboutin, e criou uma mala tecida manualmente.

[©Ownever]

A Ownever juntou a sua experiência em criar malas em pele à hereditariedade de Fernando Rei e concebeu uma mala de mão que cruza pele e tecelagem manual portuguesa. O artesão é um expert em desenvolver tecidos tradicionais e dar vida à arte da tecer manualmente, que, como o próprio lamenta, é hoje «uma arte portuguesa que se encontra em extinção».

Conhecido por ter executado uma mala para o criador de calçado Christian Louboutin, lançada em 2019 e com venda em exclusivo no site My Theresa por 1.659 euros, o tecelão, apesar de jovem, é um dos últimos guardiões desta arte milenar, vivendo exclusivamente do trabalho que produz num pequeno anexo, na residência em Aboim da Nóbrega, concelho de Vila Verde.

[©Ownever]
Eliana Barros, fundadora da marca de acessórios, sublinha que «não podemos deixar morrer as nossas tradições, o nosso artesanato, porque é arte que conta uma história genuína e que se não a valorizamos acabará por morrer».

A mala Gunta da Ownever segue a mesma filosofia da marca, que promove a durabilidade e a intemporalidade dos acessórios, e é inspirada no trabalho de Gunta Stölzl, uma das grandes impulsionadoras da arte da tecelagem na escola de Bauhaus, que antes da sua visão era desvalorizada.

Com o preço de 870 euros, a nova proposta integralmente fabricada à mão e em edição exclusiva está a ser comercializada no website da Ownever.