Início Notícias Moda

Pandemia vai continuar a impactar contas do sector de luxo

O LVHM, holding francesa dona de marcas como a Dior e a Louis Vuitton, diz que contas da empresa vão sofrer os efeitos da pandemia durante mais alguns meses, apesar de em junho já terem existido sinais de recuperação.

Louis Vuitton

As consequências da crise do novo coronavírus vão ainda impactar as contas do LVMH, detentor da Dior e Louis Vuitton, durante algum tempo, anunciou o grupo esta terça-feira.

Apesar de junho ter revelado alguns sinais de recuperação, o presidente do maior conglomerado mundial de luxo, Bernard Arnault, adianta que as marcas de luxo serão atingidas principalmente nos mercados da Europa e dos EUA.

«Neste momento, só podemos esperar uma recuperação gradual», afirmou Arnault aos investidores, citado pela Reuters.

Ainda assim, o presidente do LVMH deu conta de alguns sinais de recuperação em junho «bastante vigorosos», à medida que o desconfinamento ia surgindo em grande parte da Europa, incluindo Milão e Paris, dois dos grandes centros comerciais da região.

As marcas de luxo estão ainda a sofrer com a falta de viagens turísticas, embora consumo esteja a aumentar a nível local, à medida que o comércio vai reabrindo.

Apesar destes indícios, o administrador financeiro, Jean-Jacques Guiony, admitiu que não é possível fazer projeções.

Questionado sobre se a crise mudou a visão do LVMH sobre a compra da Tiffany, os responsáveis pelo grupo francês reconheceram apenas que a empresa americana é «uma marca emblemática» e que tinha o seu lugar no portfólio do conglomerado de luxo.