Início Arquivo

Parceria Marks & Spencer e Amazon

A M & S assinou um acordo de cooperação na área do comércio electrónico com a recente criada filial europeia da Amazon – Amazon Services Europe. Esta passará a ser responsável por algumas áreas do Website da M & S, como a tecnologia por detrás do site, hosting e também pelos sistemas de encomendas do cliente via telefone e na loja.

A M & S continuará responsável pela gestão do seu site, operações de serviço de clientes, stocks e distribuição. Com efeito a partir do final da primeira fase de cooperação na Primavera de 2006, os clientes da M & S vão beneficiar de um serviço integrado de encomendas, independentemente de a compra ter sido realizada no site, nas lojas, ou por telefone.

De acordo com as declarações de Steven Sharp, responsável pelo marketing e comércio electrónico da M & S, «a M & S tem um site bem sucedido com 24 milhões de visitas por ano, mas o nosso comércio electrónico e serviço de encomendas têm ainda de ser desenvolvidos. Uma parceria com a Amazon vai ajudar-nos a mudar esta situação, permitindo também direccionar a nossa concentração para o cerne do nosso negócio – o retalho». Segundo as últimas informações da empresa,em 2004 registou-se um ligeiro aumento nas vendas e lucros, mas os resultados não são considerados totalmente satisfatórios uma vez que a quota de mercado do sector do vestuário sofreu uma queda de 0,2 por cento.

Num segundo passo a M & S quer a curto prazo vender os seus artigos no site da Amazon. A parceria formada com a Amazon é considerada uma opção inovadora e tem como objectivo cativar clientes mais jovens que já estão habituados a comprar outros artigos na Amazon.

Alguns intervenientes menos optimistas do sector temem que esta parceria tenha como resultado a perda de utilizadores da M & S para a Amazon. A aliança com a M & S significa a entrada da Amazon Services no mercado de serviços de retalho das empresas europeias.A Amazon é responsável nos EUA por operações de comércio electrónico de retalhistas como a Target e Borders e na Grã-bretanha tem um acordo com o livreiro Waterstones.