Início Arquivo

Parcerias promovem internacionalização

Desenhado à medida das necessidades e dos objectivos estratégicos das empresas, o Plano de Formação desenvolve-se em diferentes domínios, apresentando como factor de diferenciação o facto de contemplar uma importante e inovadora metodologia de formação, designada de Formação-Acção, no âmbito da qual a formação é levada "para dentro" da empresa, potenciando o envolvimento não apenas do formando, mas de toda a organização.A qualidade do Projecto está ancorada na competência e experiência da ANIVEC/APIV e agrega parcerias com organizações de grande prestígio, nomeadamente o GPF – Gabinete de Coordenação de Parcerias e Formação Profissional do GGPrime, o Cenatex – Formação e Serviços, a XC – Consultores, e a EUVEO – Consultoria para os Negócios e a Gestão.Deste modo, está criada uma plataforma que assegura o sucesso da formação disponibilizada e gerida pela ANIVEC/APIV que representa uma mais valia de grande significado num contexto empresarial cada vez mais competitivo e exigente.

Sobre o Projecto "Estratégia para o Mercado Global"O Projecto "Estratégia para o Mercado Global" está a ser desenvolvido pela ANIVEC/APIV com envolvimento permanente do tecido empresarial do sector e em parceria com o ICEP Portugal. Aposta fortemente numa actuação articulada entre os parceiros e as empresas, integrando um conjunto de acções desenvolvidas ao nível da formação, dos estágios profissionais, da promoção e da comunicação internacional.O Projecto "Estratégia para o Mercado Global", está em total consonância com as orientações da política pública para o sector do Vestuário, uma vez que seu o objectivo prioritário é o crescimento sustentado das exportações deste sector, bem como a diversificação dos destinos das exportações, estimulando uma transição para segmentos de mercado de maior valor acrescentado.Torna-se por isso indispensável assegurar a presença regular das empresas e marcas portuguesas nos principais mercados internacionais, abrindo igualmente "pontes" com todos os mercados que ofereçam perspectivas de diversificação do destino das nossas exportações, sendo que para isso, o projecto pretende o aumento da participação das empresas em mais feiras de prestígio internacional, e visa a organização Missões Empresariais e Missões de Prospecção e a abertura de Estruturas Colectivas de Promoção Comercial.