Início Destaques

Pizarro leva jovens aos EUA

Na primeira edição do Concurso Paulo Ribeiro by Pizarro, Inês Costa foi a grande vencedora, mas o concurso organizado pela empresa especialista no acabamento de denim conseguiu ainda duas outras vitórias: homenagear os seus trabalhadores e aproximar os designers da indústria.

Por entre as máquinas de lavar que são uma das imagens de marca da Pizarro, desfilaram no último sábado, 9 de abril, as criações de 10 jovens designers, selecionados entre 180 candidaturas.  A passadeira azul – sublimada pela empresa de Brito – estendeu-se para a primeira edição do Concurso Paulo Ribeiro by Pizarro SA – uma homenagem sentida ao primeiro trabalhador da especialista em acabamentos de denim, falecido no ano passado.

«É uma pessoa insubstituível», sublinhou Vasco Pizarro, diretor de marketing da empresa, ao Portugal Têxtil. «Pensamos numa maneira de homenageá-lo não só a ele, pela sua dedicação, mas a todos os trabalhadores. A força de uma empresa não se mede só por aquilo que ela fatura: mede-se muito mais pelas pessoas que a compõem, que todos os dias dão o seu esforço», referiu. «O segundo objetivo foi que, pela nossa experiência no dia a dia, sentimos que ainda há um hiato muito grande entre o design e a indústria, principalmente no que toca ao denim», acrescentou.

O concurso realizou-se por fases, com a apresentação inicial do esboço do coordenado, seguindo-se, após a seleção de 10 projetos, a concretização dos mesmos. «Esses 10 selecionados tiveram a oportunidade de estar cá na empresa – disponibilizamos tempo, disponibilizamos pessoas, materiais… É uma experiência que não se consegue quantificar, é um contacto direto com tecnologias, com processos e com pessoas que têm a experiência e o know-how de todos os dias fazer isso. E espero que os tenha enriquecido muito», afirmou o diretor de marketing.

Nesta primeira edição, apoiada ainda por outras empresas, incluindo a Baptista & Soares e a Impocolor, um júri internacional – composto pelo designer americano Donwan Harrell; pela escritora da plataforma online Denimology, Lisette Geller; Filipe Cruz, proprietário da marca Bus Urban Jeans; Margarida Pizarro, diretora industrial da Pizarro; e Filipe Vilas Boas, em representação da Câmara Municipal de Guimarães – selecionou cinco jovens designers para frequentar um programa internacional na área do denim, onde se destacou Inês Costa, que arrecadou o primeiro lugar.

Estudante da Escola de Moda do Porto, a jovem designer, de apenas 18 anos, apresentou um coordenado que teve como «tema a sociedade atual» e cujo ponto de partida foram «as marionetas – os fios e as estruturas das marionetas», explicou ao Portugal Têxtil.

Inês Costa irá participar agora num programa de quatro semanas  nos EUA – onde terá a companhia de Bárbara Sequeira, Rita Miranda, Cláudia Melo e Tânia Viegas, as restantes premiadas – dividido entre a Universidade da Virgínia e o atelier de  Donwan Harrell, fundador da marca PRPS, em Nova Iorque.

«Este programa permite que os jovens possam aprender o básico: quem é Levi Strauss, como é feito o denim, como criar o seu próprio negócio, o que dizer em entrevistas… Coisas que não se aprendem na escola», revelou, ao Portugal Têxtil, Donwan Harrell, que criou o programa. «É o primeiro do género nos EUA. No ano passado teve a primeira edição e é ótimo que regresse, com a participação da Pizarro. Espero que a combinação de estudantes europeus e americanos permita que os alunos interajam e aprendam a parte comercial do negócio», concluiu.