Início Notícias Moda

Platforme lança unidades digitais para marcas de moda e retalho

Empresa cofundada por José Neves lançou uma tecnologia que permite às marcas mudarem de um sistema de produção de stock para produção ativada pela compra, reduzindo riscos e desperdícios.

[©Platforme]

A Platforme lançou duas novas unidades de negócio para acelerar a digitalização de marcas de moda e retalho. A empresa tecnológica sediada no Porto, que resulta de uma parceria entre José Neves, CEO e fundador da Farfetch, Gonçalo Cruz e Ben Demiri, permite às marcas mudarem de um sistema de produção de stock para produção ativada pela compra, reduzindo risco, desperdício e excesso de stock.

A Platforme recebeu, durante 2019, um investimento do grupo Amorim e de outros investidores internacionais na área de retalho de luxo, no valor de 12 milhões de dólares.

Segundo escreve o ECO, que cita um comunicado da empresa, as duas unidades de negócio, batizadas DDIGITT e Skinvaders, são novidades que já faziam parte do plano estratégico da Platforme.

A DDGITT, que está já a trabalhar com marcas como a Christian Dior, Hermès, Gucci ou Fendi, dedica-se à consultoria de estratégias 3D e à criação de produtos digitais “as a service”, como protótipos virtuais realistas, tendo sido pensada para acelerar a transformação digital da indústria da moda.

Por sua vez, a Skinvaders permite às marcas digitalizar as suas coleções e vender produtos, em formato digital, dentro de videojogos e mundos virtuais. O comércio de produtos virtuais como “skins” representa metade do valor total dos jogos online, avaliado em 152 mil milhões de dólares.