Início Notícias Têxtil

Portugal é o quarto maior país na Première Vision

Um total de 63 expositores nacionais – incluindo o regresso da Polopiqué e a estreia da CFM e da Spring Fashion & Design – fazem parte da próxima edição da Première Vision Paris, que pela primeira vez realiza a sua segunda edição do ano em julho. Portugal surge atrás apenas da Itália, Turquia e França.

[©Première Vision/François Durand]

A pouco mais de uma de abrir as portas, a Première Vision Paris – que se realiza de 5 a 7 de julho – contabiliza 1.132 expositores na edição física, a que se somam mais 58 apenas na versão digital, divididos pelas áreas de fios, tecidos, peles, design, acessórios e confeção.

Itália, com 326 expositores, é, claramente, o país mais representado, seguido da Turquia (212 expositores) e França (154 expositores). Portugal surge na quarta posição deste ranking, com 63 expositores, incluindo o regresso da Polopiqué depois de um interregno de alguns anos e a estreia da CFM e da Spring Fashion & Design, o que supera os números da edição de fevereiro. A quinta posição é ocupada pela China (57 expositores), a que se segue Espanha (50), Coreia do Sul (45), Índia (30), Reino Unido (30) e Japão (27).

Esta edição estreia o novo calendário da Première Vision Paris, já anunciado no início de 2020, que antecipa o segundo evento do ano para julho. «Estamos entusiasmados, primeiro e antes de mais, porque esta edição é a primeira no nosso novo calendário, que inicialmente estava planeado para 2020, mas foi adiado devido à situação de saúde. A mudança de datas é sempre um desafio para um evento internacional como o nosso. Mas é uma escolha bem ponderada para a qual nos preparamos e, acima de tudo, corresponde às expectativas dos nossos expositores e visitantes», afirma Gilles Lasbordes, diretor-geral da Première Vision.

[©Première Vision/François Durand]
O otimismo da organização centra-se, de igual modo, na melhoria no contexto pandémico, que deverá permitir o regresso de visitantes de fora do continente europeu, e nos números de expositores. «A oferta continua a ser selecionada, criativa e inovadora, mas também, e acima de tudo, cada vez mais desenhada e produzida de forma ecológica. Toda a indústria está agora preocupada com esta transformação e esta estação estamos a reforçar os nossos esforços para envolver toda a indústria nesta mudança fundamental para uma moda mais ética e sustentável», destaca Gilles Lasbordes.

Foco na informação

No espaço da feira, que ocupará os halls 4,5 e 6 do centro de exposições de Paris Nord-Villepinte, haverá, por exemplo, um percurso de visita dedicado às empresas com certificações ambientais, com foco no espaço Smart Creation, uma área vocacionada para a inovação com preocupações ecológicas e que, nesta edição, e de acordo com o website da Première Vision, contará com as portuguesas Cortadoria Leather e RDD.

Haverá também um novo fórum, dedicado à oferta criativa e responsável, batizado Eco-Innovation, pensado para guiar os visitantes e promover os produtos e desenvolvimentos sustentáveis dos expositores, e um seminário dedicado às tendências e inovações ecológicas em tecidos, peles e acessórios, denominado Eco-Innovation Trend Tasting.

Os visitantes poderão ainda assistir a diversas conferências dedicadas ao tema da sustentabilidade, incluindo a apresentação do estudo de 2022 do Institut Français de la Mode em colaboração com a Première Vision (5 de julho, às 16h locais) que este ano é dedicado aos novos critérios de compras dos consumidores europeus (França, Itália, Alemanha e Reino Unido) e americanos (EUA) em termos de moda eco-responsável.

[©Première Vision/Alex Gallosi]
Num contexto que se mantém «imprevisível devido à agitação relacionada com a Ucrânia» e «instabilidade política» com «consequências económicas e em que estamos a experienciar um nível recorde de inflação», Gilles Lasbordes acredita que «as empresas precisam, mais do que nunca, encontrarem-se, partilhar ideias e encontrar soluções em conjunto. Em termos da sua oferta, informação de moda e inspiração, programa, ferramentas e conteúdo, a Première Vision Paris está pronta para acolher e acompanhar os profissionais da indústria na feira de Villepinte, assim como no nosso marketplace, que integra novas características para otimizar a experiência de sourcing e facilitar o networking».

Para além do Digital Show, que se prolonga de 4 a 8 de julho, a Première Vision vai ainda lançar na primeira semana de setembro, nos dias 7 e 8, o The Fashion Rendez-Vous, um salão que terá lugar no Carreau du Temple, no centro de Paris, «pensado para complementar a edição de julho da Première Vision Paris, para ajudar as marcas e compradores a finalizarem as suas coleções de outono-inverno», onde deverão estar cerca de 200 expositores de todas as áreas.