Início Notícias Marcas

Portugal Fashion vai à fábrica

Na edição que se realiza de 18 a 20 de outubro, o Portugal Fashion sai momentaneamente da Alfândega do Porto para ir até às novas instalações da Têxtil Cães de Pedra para os desfiles das marcas Decenio e Lion of Porches. Das novidades fazem ainda parte as estreias da dupla Marques’Almeida e da marca Sophia Kah.

Fernando Nunes, Natércia Margarido, Josefina Borges e Júlio Torcato (Lion of Porches)

Num calendário exigente, que abre, na quinta-feira, com os desfiles do Bloom a partir das 11 horas e termina às 23 horas de sábado com a apresentação das propostas de Júlio Torcato – e, pelo meio, tem desfiles praticamente de hora a hora –, o Portugal Fashion está de regresso à Alfândega do Porto e, nesta edição, praticamente não sai à rua.

A única exceção são os desfiles da Decenio e da Lion of Porches, que se realizam no primeiro dia, às 19 e às 20 horas, respetivamente, e que terão lugar nas novas instalações da Têxtil Cães de Pedra, no espaço anteriormente ocupado pela Têxtil Tsuzuki.

«A passerelle será, neste caso, montada nas novas instalações do grupo, em Vila do Conde. É também uma oportunidade para conhecer uma estrutura fabril modelar, onde, em cerca de 30.000 m2 de área coberta, trabalham 150 pessoas (administração, estilismo, marketing, online, etc.) e funcionam a cadeia produtiva, os showrooms, a plataforma logística e ainda o laboratório de qualidade do grupo», destaca o Portugal Fashion em comunicado.

Mudanças no calendário

Em destaque está também a presença, pela primeira vez, da dupla Marques’Almeida, que em 2015 venceu o prémio LVMH (ver Marques’Almeida conquista LVMH), e da marca Sophia Kah, da designer portuguesa Ana Teixeira de Sousa – ambas marcas sediadas em Londres.

João Branco e Luís Sanchez, a dupla dos Storytailors

Este calendário do Portugal Fashion faz-se igualmente de regressos e de ausências. Maria Gambina, que participou na primeira edição do evento em 1995 e figurou, durante muitos anos, no line-up, está de volta à passerelle em nome próprio. Já nas ausências, sobressai a saída das marcas Dielmar e Ana Sousa e dos designers Anabela Baldaque e Pedro Pedro do alinhamento.

Com o acordo firmado recentemente entre o Portugal Fashion e a Modalisboa (ver Acordo histórico na moda), que eliminou o habitual dia do Portugal Fashion em Lisboa, há também o regresso de alguns desfiles a Norte, como é o caso dos Storytailors, da dupla Alves/Gonçalves, Carlos Gil, Susana Bettencourt e da TM Teresa Martins, que na edição passada desfilaram na capital (ver Portugal Fashion: do terminal ao parque). Alexandra Moura, por sua vez, irá continuar a mostrar as suas propostas em Lisboa, com o apoio do Portugal Fashion, mas integrada no calendário da ModaLisboa (ver ModaLisboa abre novo ciclo).

Sinergias com a ModaLisboa

Mara Flora (Bloom)

Algumas destas mudanças já tinham sido anunciadas por Adelino Costa Matos, presidente da ANJE, na altura da assinatura do acordo com a ModaLisboa. «Uma das questões do protocolo efetivamente é conseguirmos reunir, colaborar e discutir uma estratégia global, mas nesta edição já teremos pequenas alterações, fruto deste desenvolvimento, que achamos que fazem sentido», explicou ao Portugal Têxtil. Daí a eliminação do dia de desfiles em Lisboa.

«O que tem acontecido é que a ModaLisboa faz num fim de semana e o Portugal Fashion faz no outro. No meio da semana fazemos nós um evento em Lisboa. A perspetiva é que tentemos durante essa semana fazer os dois eventos e, nesse caso, não iremos a Lisboa e, obviamente, a ModaLisboa faz em Lisboa e nós fazemos no Porto, com uma coordenação», antecipou, num plano que se está a cumprir agora.

Luís Buchinho

No total, a 43.ª edição do Portugal Fashion compreende 35 desfiles, com a apresentação das coleções para a primavera-verão 2019 de sete marcas de vestuário, oito marcas de calçado e acessórios – incluindo a marca da apresentadora Cristina Ferreira, CF Cristina –, 17 criadores individuais e três duplas criativas, a que se junta a plataforma Bloom, dedicada aos novos talentos, que irá incluir os desfiles de sete jovens designers e de cinco escolas de moda.

Katty Xiomara

Integrado nesta edição está ainda, mais uma vez, o showroom Brand Up, dedicado aos compradores, onde estarão expostas as coleções de marcas e designers de vestuário, calçado, joalharia, ourivesaria, acessórios e lifestyle, num núcleo que, pela primeira vez, inclui três marcas de jovens designers “powered by ModaLisboa”: Imauve, Duarte e Patrick de Pádua.

O calendário completo de desfiles pode ser conhecido aqui.