Início Notícias Moda

Pós-graduação do IPCA com cunho da Valérius

A Escola Superior de Design do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) criou uma nova pós-graduação em Design Têxtil e Moda desenvolvida em articulação com a Valérius. As candidaturas para as 20 vagas da primeira edição estão abertas até ao final do mês de fevereiro.

[©Valérius]

Segundo o IPCA, está será a «primeira pós-graduação em Design Têxtil e Moda que visa a fundamental articulação com o universo empresarial estando este novo curso preparado para profissionais do têxtil e da moda».

O curso, com duração de um semestre, funcionará em regime pós-laboral, dois dias por semana e ao sábado de manhã, e pretende «dotar os participantes de conhecimentos e competências no âmbito do sistema de produção do sector têxtil e da moda e da importância do design enquanto contributo para o crescimento do sector».

Desenho, materiais e processos de fabrico, laboratório digital 2D, cultura do design têxtil e de moda, sustentabilidade e moda, laboratório de prototipagem e laboratório digital 3D estão entre as unidades curriculares, a que acrescem projeto têxtil e de moda e prática profissional.

«Esta pós-graduação propõe o desenvolvimento de competências técnicas e criativas que promoverão a criação e desenvolvimento de projetos têxteis e moda por metodologias direcionadas ao mercado de trabalho. A reforçar esta importância, o contexto geográfico e social onde a Escola Superior de Design está inserida, bem como a experiência da criação e implementação dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP´s) em design de moda, proporcionaram diversas interações entre o ensino e a indústria do sector», descreve o IPCA.

A formação terá lugar nas instalações da Escola Superior de Design, no Campus do IPCA em Barcelos e no Polo do IPCA em Braga, com sessões pontuais nas instalações das empresas parceiras, e tem como destinatários designers de produto, designers industriais, designers têxteis, designers de moda, engenheiros têxteis e produtores de moda com formação superior ou com currículo relevante, podendo ainda ser frequentada por pessoas com outro tipo de formação que pretendam obter conhecimentos nesta área.

Três décadas a crescer

Fundado em 1987, o grupo Valérius tem vindo a somar valências. Em 2015 adquiriu a marca Concreto, que tem vindo a crescer, e contempla a especialista em malhas RDD. Lançou ainda o projeto Valérius 360, focado na sustentabilidade, tendo aberto recentemente a primeira fábrica direcionada para a reciclagem de vestuário.

[©Valérius]
«Recolhemos resíduos têxteis provenientes de pré e pós-consumo, transformamo-los, mecanicamente, com fibras virgens, porém naturais, originando um novo fio que, posteriormente, dará lugar a uma nova malha e, sucessivamente, uma nova peça de roupa», explicou recentemente Patrícia Ferreira, CEO da Valerius Hub à Ambiente Magazine, adiantando que uma das metas para o futuro é a «criação de “take-back programes” com os nossos clientes, de forma a que estes incentivem os seus consumidores a devolverem as suas peças usadas para que nós as possamos, mais tarde, reciclar».