Início Arquivo

Pouco investimento na indústria têxtil europeia

A Euratex, a organização comercial europeia não lucrativa dedicada à promoção da indústria têxtil e de vestuário europeia, afirmou que o volume de negócios da Europa no ano passado baixou 1,5% para 196,3 mil milhões de euros, assim como baixaram os investimentos. De acordo com a organização sediada em Bruxelas, os investimentos aumentaram 32% para 1,2 mil milhões de euros na Turquia e em Marrocos, mas desceram 7,3% para 6,3 mil milhões de euros nos países europeus, incluindo a Suíça. Em 2001, 2,1 milhões de pessoas trabalhavam na indústria, ou seja, uma descida de 3,2% em comparação com o ano anterior. O número de empresas baixou também 2,6% para aproximadamente 113 mil. As exportações continuam a ser o motor de crescimento da indústria. As exportações para países não europeus aumentaram 6,4% para 40,7 mil milhões de euros. Os Estados Unidos são o principal mercado, seguido pela Polónia e Roménia. O vestuário é exportado principalmente para os Estados Unidos, Suíça, Japão e Rússia. As importações de têxteis e vestuário aumentaram 4% para 70,5 mil milhões de euros, principalmente da Turquia, Roménia e Tunísia. As vendas nos países membros associados variam muito. Enquanto a Europa Oriental e Central registaram um aumento de 8,5% nas vendas para 8,6 mil milhões de euros, o crescimento no Mediterrâneo foi apenas de 1% para 20,9 mil milhões de euros. Nesta região, o número de pessoas empregadas baixou 5,9% para 1,9 milhões de euros. A Europa Oriental foi a mais atingida com o número de empregados a diminuir 9,1% para 487 mil.