Início Arquivo

Pouco movimento no mercado alemão de roupa

A falta de entusiasmo e as temperaturas moderadas no início do ano diminuíram a vontade dos alemães para efectuarem compras – o que cria uma situação difícil para o comércio a retalho alemão. “O mercado alemão é fraco e as preocupações dos clientes em relação à segurança do seu trabalho têm uma influência na vontade de comprar”, foi o comentário de Manfred Kronen, director executivo da IGEDO GmbH, na feira de moda Collections Premieren Düsseldorf (CPD) sobre a situação actual. O presidente da associação de produtores de roupa para mulheres, Hubert Weidemann, lamenta também esta tendência complicada do mercado. Com uma queda de 3,9% em relação ao mesmo espaço de tempo do ano anterior, a procura na Alemanha baixou muito e deixou os comerciantes alemães muito insatisfeitos. “O ano começa, outra vez, com uma situação complicada, por causa das temperaturas altas e dos armazéns que ainda estão cheios de mercadoria”. Mesmo assim, um quinto das encomendas para a próxima época de Outono/Inverno foi feito na feira de moda Collections Premieren Düsseldorf. Nesta feira estivem presentes 1700 produtores nacionais e internacionais. Apesar do facto do número de visitantes ter diminuído para 48.000 pessoas, os expositores mostram-se contentes. “O ambiente na feira foi melhor do que no mercado”, afirma um produtor presente na feira. É obvio que a malha é um dos produtos que encontraram maior interesse por parte dos compradores. Mas os produtos de pele e de couro tiveram uma venda boa. Um outro produto que se vendeu bem foram as calças de ganga, especialmente os modelos justos. Segundo a associação de produtores de roupa para mulheres, o volume de vendas total do ramo de vestuário alemão diminuiu 1,7%, atingindo 9,3 mil milhões de euros em relação ao mesmo espaço do tempo do ano 2001. Os organizadores da Collections Premieren Düsseldorf, ainda continuam a pensar em deixar Colónia como local da feira e transferi-la mais para o sul da Alemanha. Outra notícia interessante foi o comentário de Britta Steilmann, directora executiva da Steilmann Deutschland, para lançar uma apresentação própria da sua moda para homens e mulheres em Düsseldorf. A Hugo Boss mostrou também interesse em lançar uma apresentação própria em Düsseldorf.