Início Destaques

Première Vision mantém-se em setembro

A feira de tecidos de Paris decidiu, face às circunstâncias atuais, retomar os eventos físicos em setembro, em vez de antecipar para julho, como tinha anunciado em 2020. A próxima edição, contudo, terá ainda uma forte componente digital, sobretudo depois dos números positivos da edição 100% digital de fevereiro.

[©Première Vision]

Na última edição física do certame, em fevereiro de 2020, a organização tinha anunciado uma mudança nas datas, a ser implementada este ano, com a principal alteração a acontecer com a segunda edição do ano, que passaria de setembro para julho, no caso de 2021 para 6 a 8 de julho.

A atual conjuntura, contudo, levou a organização a retomar, pelo menos este ano, as datas de setembro, agendando a próxima edição para 21 a 23 de setembro. «No contexto atual, o grupo escolheu manter a feira em setembro e não julho, como estava planeado antes da pandemia, para dar a uma maior audiência a oportunidade de viajar para Paris», justifica em comunicado.

O principal objetivo da organização é retomar o evento presencial, que considera «vital para o processo criativo e para o envolvimento sensorial com os novos materiais da estação», funcionando ainda como «um catalisador para as reuniões pessoais que são essenciais para desenvolver e solidificar as relações cliente/fornecedor».

Contudo, o digital veio para ficar e, em setembro, a Première Vision voltará a contar com o Digital Show, o evento online «para promover a visibilidade da oferta dos expositores a uma variedade maior de compradores internacionais durante e após as datas da feira».

Digital Show cresce

Esta aposta digital resulta também dos números positivos alcançados na última edição da Première Vision, que decorreu de 15 a 19 de fevereiro, em formato completamente virtual.

O Digital Show contou com mais de 50 mil produtos, agrupados em mais de 1.560 e-shops, com cerca de 45 países representados. De acordo com os dados da organização, foram visualizadas quase 175 mil páginas de produtos, em comparação com 138 mil em setembro de 2020, com um total de 460 mil visualizações de páginas, face a 377 mil em setembro de 2020, e o tempo de visita duplicou, para mais de 20 minutos – em setembro, este tempo foi de apenas 10 minutos.

Entre as nacionalidades mais representadas entre os visitantes de 110 países estiveram, respetivamente, os franceses, britânicos, italianos, americanos, espanhóis, turcos, alemães, portugueses, holandeses e sul-coreanos.

[©Première Vision]
A programação contou ainda com mais de uma dezena de Digital Talks, que foram assistidas em direto por mais de 7.260 profissionais e que estão ainda disponíveis para quem quiser ver ou rever no site da Première Vision, incluindo sobre as tendências para a primavera-verão 2022.

«Com o seu evento digital, a Première Vision Paris está a responder a uma cada vez maior digitalização da indústria da moda, que está a procurar novos modelos para lidar com a atual crise e a evolução da sua indústria», resume o comunicado da Première Vision.